quarta, 25 de maio de 2022
Pandemia
05/11/2021 | 16:45

Itajaí atinge a marca de mais de 300 mil doses de vacina contra Covid-19 aplicadas

O Município de Itajaí atingiu nesta semana a marca de mais de 300 mil doses de vacina contra Covid-19 aplicadas, entre 1ª, 2ª, dose única e dose de reforço. Deste total, mais de 183 mil pessoas já foram imunizadas com pelo menos uma dose, o que representa 109,57% da população estimada para vacina pelo Ministério da Saúde. Além disso, quase 120 mil itajaienses estão totalmente vacinados (68,87%) e 8.883 fizeram a terceira dose.
 
Do quantitativo de doses aplicadas, a maior parte é da Oxford/AstraZeneca (115.243 doses), seguida pela Pfizer/BioNTech (100.187 doses), Sinovac/Coronavac (81.844 doses) e Johnson&Johnson/Janssen (7.439 doses). Em relação à faixa etária que mais se vacinou contra Covid-19, destaque para os jovens de 18 a 24 anos com 25.350 pessoas imunizadas, seguidos pela faixa dos 25 a 29 anos (20.456 pessoas), dos 30 a 34 anos (20.419 pessoas) e dos 35 a 39 anos (19.981 pessoas).
 
Já os grupos prioritários que mais se vacinaram foram os idosos com 60 anos ou mais, trabalhadores de saúde, pessoas com comorbidades e profissionais da Educação.
 
Vacinação continua
 
O Município segue com a imunização contra Covid-19 de adolescentes de 12 anos ou mais e demais pessoas ainda não imunizadas. Adolescentes devem apresentar documento com foto e CPF, declaração da condição (em caso de comorbidade, deficiência, gestante, lactante ou puérpera) e autorização dos pais ou responsáveis (presencial ou via termo de consentimento assinado).
 
A segunda dose de AstraZeneca (10 a 12 semanas de intervalo), Coronavac (28 dias de intervalo) e Pfizer (8 semanas de intervalo) para quem está no prazo continua disponível nas unidades de saúde e Centreventos. Também segue a vacinação com dose de reforço para idosos com 60 anos ou mais (com esquema vacinal completo há cinco meses), pessoas com alto grau de imunossupressão com 18 anos ou mais (com esquema vacinal completo há 28 dias) e trabalhadores da saúde com 18 anos ou mais (com esquema vacinal completo há cinco meses).
 
É necessário apresentar documento de identificação, cartão de vacina e, no caso de imunossuprimidos, declaração da condição. Trabalhadores da saúde devem apresentar, além de documento de identificação e comprovação das duas doses de vacina, carteira do conselho da categoria, holerite, crachá e declaração de vínculo com a atividade realizada.
 
As unidades de saúde funcionam de segunda a sexta, conforme horário de atendimento de cada uma, e o Centreventos atende das 8h às 17h, também de segunda a sexta. 

JORNAL IMPRESSO
20/05/2022
13/05/2022
06/05/2022
29/04/2022

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS