sexta, 19 de julho de 2024
Geral
04/07/2024 | 17:34

Cooperativas e um futuro melhor

VANIR ZANATTA
Presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC)
 
 
No primeiro sábado de julho, o mundo celebra o Dia Internacional do Cooperativismo. Neste ano, em 6 de julho, pela 102ª vez, essa data será comemorada impregnada de muitas motivações, entre outras, porque o cooperativismo revelou-se  uma solução viável para a maioria dos problemas da humanidade.
 
O tema do Dia Internacional do Cooperativismo 2024 é "Cooperativas constroem um futuro melhor para todos", destacando o papel das cooperativas na construção de um amanhã sustentável e comprometido com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) até 2030. Este tema também está alinhado com os objetivos da próxima Cúpula da ONU sobre o futuro, buscando soluções colaborativas para um mundo melhor. 
 
As cooperativas adotam práticas de desenvolvimento inclusivo e sustentável, preservam o meio ambiente e combatem as mudanças climáticas. A governança democrática promove a integração e o respeito mútuo entre pessoas de diferentes origens. Todos os países democráticos reconhecem o papel das cooperativas na promoção do desenvolvimento econômico e social – especialmente nas regiões isoladas e distantes – e ressaltam sua resiliência em tempos de crises e desafios sanitários, sociais e econômicas.
 
Nesta data, é possível compreender melhor a contribuição das cooperativas para um futuro justo e sustentável. O cooperativismo brasileiro é comprometido com valores como o desenvolvimento sustentável, segurança alimentar, princípios ESG, inclusão financeira e construção de um futuro melhor. 
 
Santa Catarina se destaca como o estado mais cooperativista do Brasil, com mais da metade da população vinculada às cooperativas em um grande exemplo de integração, intercooperação e diversificação. No entanto, ainda há desafios a superar, como a necessidade de melhorias em infraestrutura, estradas, ferrovias, portos, aeroportos, internet e energia de qualidade. É também um momento para reivindicar melhorias e destacar as dificuldades enfrentadas.
 
O cooperativismo estimula a aprendizagem coletiva, compartilhando lições, sucessos e fracassos, e construindo bases de conhecimento comum. É uma ferramenta poderosa contra o obscurantismo, o desalento e a inércia; capacitando para os desafios e a complexidade dos novos tempo, combinando habilidades, promovendo inovação, gestão eficaz de recursos, diversidade e troca de ideias. 
 
Ao unir forças, os participantes de cooperativas melhoram suas condições de negociação, acesso a novas tecnologias e mercados. Fortalece a economia local, com recursos circulando dentro das comunidades e promovendo soluções robustas em crises. É o melhor modelo societário na distribuição de rendas entre associados e compromissado com práticas sustentáveis para futuras gerações.
 
Cooperativismo é uma força transformadora para o crescimento sustentável em todas as áreas. Cooperativas agropecuárias, por exemplo, combatem a fome ao organizar produtores rurais, capacitar agricultores, abrir mercados e incorporar pequenos produtores, aumentando a oferta de alimentos e reduzindo a fome no país e no exterior. Elas promovem livre associação, meritocracia e estímulo ao esforço individual, essenciais à livre-iniciativa econômica. De forma semelhante, as cooperativas de credito, de infraestrutura, de saúde, de transporte, de consumo, etc., prestam extraordinária contribuição para a dinamização da economia de diversos setores da coletividade.  
 
A 102ª comemoração do Dia Internacional do Cooperativismo reafirma a convicção de que o cooperativismo beneficia todas as atividades humanas, promovendo um futuro melhor para todos. 
 
Foto 03 –   VANIR ZANATTA - Presidente da Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina (OCESC).
 

JORNAL IMPRESSO
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024
21/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS