sábado, 20 de julho de 2024
Geral
02/07/2024 | 09:32

Representantes da Europa visitam Santa Catarina para alinhar parcerias em Ciência, Tecnologia e Inovação

As possibilidades de parcerias entre o ecossistema de Ciência, Tecnologia e Inovação (CTI) catarinense e países da Europa foram debatidas ao longo de dois dias, em Florianópolis. Organizada pela Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc), a agenda envolveu conselheiros dos países membros e associados da União Europeia e lideranças do Governo do Estado em reuniões de trabalho e visitas técnicas, que ocorreram nesta quarta e quinta-feira, 26 e 27.
 
A Expedição em CTI: Mobilidade, oportunidades e destaques, teve o objetivo de pensar iniciativas de interesse mútuo em CTI e geração de novos negócios. Para o presidente da Fapesc, Fábio Wagner Pinto, a primeira Expedição em CTI conseguiu aproximar mais o estado dos países europeus, ao pensar sobre estratégias de cooperação para o desenvolvimento de parcerias em áreas envolvendo pesquisa e intercâmbio de estudantes e professores, oportunidades de empreendedorismo e negócios, projetos de internacionalização.
 
“Tivemos representantes de diversos países aqui em Santa Catarina que puderam conhecer um pouco mais do nosso ecossistema de CTI e dialogar sobre possibilidades para que nossos empreendedores e cientistas tenham uma porta de acesso aos recursos que estão disponíveis no movimento de CTI da Europa. A Fapesc assume um papel de protagonismo nesse tipo de agenda muito com o suporte da delegação da Comunidade Europeia em Brasília e a parceria de agentes do Governo do Estado que estão trabalhando para promoção do estado no exterior. O foco está nas trocas de conhecimento, na transferência de tecnologia e na promoção de Santa Catarina junto à Europa”, afirma o presidente da Fapesc.
 
A abertura do evento contou com a presença da vice-governadora do estado, Marilisa Boehm. Segundo ela, o diálogo com os representantes da União Europeia foi muito importante. “Nossa meta comum de criar iniciativas que sejam de interesse de Santa Catarina e de outros países na área de CTI não são mais algo para o futuro. É algo básico para o tempo atual. Gerar mais empregos de qualidade, incentivar nossos jovens a, cada vez mais, estudar e ter condições para construir nosso estado, o Brasil e o mundo com mais qualidade de vida e de modo sustentável é uma meta do governador Jorginho Mello e minha”, enfatiza.
 
A vice-governadora ressalta ainda a importância da apresentação à delegação da Europa de iniciativas do Governo do Estado como os programas Mulheres+Tec e Mulheres+Pesquisa, realizados pela Fapesc, e que fomentam projetos de pesquisa, tecnologia e inovação liderados por mulheres. “É uma das mais importantes ações do Governo do Estado para apoiar o empreendedorismo feminino. E essa ação chamou muito a atenção dos europeus. Já somos exemplo nas áreas de turismo, da produção industrial, do agronegócio, da agricultura familiar e da preservação da nossa cultura. Agora estamos abrindo portas para fazer de Santa Catarina também exportar qualidade no setor de Ciência, Tecnologia e Inovação”, afirma.
 
O oficial em CTI da delegação da União Europeia no Brasil, Dhallys Mota Nunes, salienta que essa expedição foi um passo importante para a consolidação de parcerias. “A Expedição foi o primeiro passo para que tenhamos uma colaboração e algo concreto no futuro. A Fapesc está de parabéns por estar organizando um evento tão bem pensado. Os estados membros da União Europeia têm muito interesse em mostrar o que têm de disponível. Que esse encontro seja o primeiro de muitos”.
 
Academia e mercado em destaque
 
Ao longo dos dois dias, ocorreram mesas de trabalhos, apresentações de programas desenvolvidos em Santa Catarina e de projetos realizados por países europeus, debates sobre possibilidade de intercâmbio para estudantes do ensino superior e pesquisadores, visitas técnicas a empresas e ao Sapiens Parque.
 
Além de gestores da Fapesc e lideranças do Governo do Estado, a Expedição em CTI teve a participação de representantes da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate), de instituições de ensino superior públicas e privadas sem fins lucrativos de Santa Catarina, de empresas, de startups e do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.
 (Foto: Richard Casas/Secom)

JORNAL IMPRESSO
19/07/2024
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS