sexta, 19 de julho de 2024
Lazer
27/06/2024 | 20:03

Beto Carrero World fecha tradicional zoológico após 32 anos

Se você é da época dos anos 90, com certeza irá se lembrar dos Circos do Beto Carrero que rodavam o Brasil. Mais do que isso, irá se lembrar de cenas marcantes onde elefantes, tigres, jacarés, e macacos dividiam o picadeiro com seus domadores. Sob a lona colorida, acrobacias, shows e os majestosos animais se apresentavam despertando a admiração de crianças e adultos.  
 
Foi nesse universo mágico que a história, amor e respeito de Beto Carrero pelos animais se consolidou. Ao lado de seus fiéis companheiros, como o cavalo Faísca e o leopardo Marcos, ele conquistou o coração do público e plantou a semente do que viria a se tornar o maior parque temático da América Latina: o Beto Carrero World.
 
 
Em 1991, o sonho se tornou realidade. E a medida que os anos passaram, o Beto Carrero World evoluiu, mantendo sempre a essência do amor e respeito pelos animais que o fundador cultivava. O parque adaptou-se às novas percepções e necessidades de bem-estar animal. Os emocionantes shows deram lugar a uma abordagem mais profissional, resultando na criação de um zoológico que educava e encantava os visitantes, proporcionando um ambiente seguro e acolhedor para diversas espécies. 
 
A parceria com órgãos como IBAMA, ICMBio e especialistas permitiu que o Beto Carrero World oferecesse cuidados alinhados a protocolos internacionais, garantindo a saúde e bem-estar de diversas espécies. O Mundo Animal se tornou um símbolo de compromisso com a preservação da vida selvagem, onde espécies ameaçadas puderam encontrar segurança, e onde histórias de nascimentos raros, resgate e recuperação inspiraram milhares de visitantes.
 
Após 32 anos intensos de muito amor, dedicação e compromisso com a preservação das espécies, o Beto Carrero World se despede do Mundo Animal, uma de suas áreas mais icônicas. Um espaço que nasceu do profundo respeito e carinho que o saudoso Beto Carrero tinha pelos animais. 
 
 
A decisão de encerrar o zoológico foi tomada pela própria empresa após um longo entendimento de que os animais precisam de um ambiente mais próximo ao seu habitat natural. "Temos muito orgulho e respeito por toda história que tivemos com os animais. Meu pai, Beto Carrero, tinha uma conexão incrível e nos inspirou a cuidar, preservar e amar cada um deles. As gerações mudam, e hoje entendemos que é mais significativo receber os animais que nos visitam espontaneamente, como capivaras e pássaros migratórios, do que manter espécies selvagens dentro de um parque temático", comenta Alex Murad, Presidente do Conselho Administrativo do Beto Carrero World. 
 
Com o encerramento da visitação a partir desta quinta-feira, dia 27 de junho, o BCW está concluindo a transferência das últimas espécies para novos lares, garantindo que sejam acolhidos com o mesmo carinho e dedicação que receberam ao longo desses 32 anos.
 
Em um mundo onde o ser humano explora cada vez mais os ambientes naturais, surge o questionamento: quem está ocupando o espaço de quem? O BCW apoia instituições sérias e reconhece a necessidade de repensar a relação com o meio ambiente e com as espécies que nele habitam. A despedida do Mundo Animal é um novo capítulo, que, embora chegue ao fim, o amor e cuidado pelos animais permanecerão na essência e na história do parque.
 
 
Fonte: Beto Carreiro World

JORNAL IMPRESSO
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024
21/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS