sábado, 20 de julho de 2024
Geral
25/06/2024 | 17:20

Terminal Gás Sul (TGS) é inaugurado nesta terça, 25

O Terminal Gás Sul (TGS) oficializou nesta terça-feira, dia 25, a inauguração do empreendimento em evento realizado na Federação das Indústrias de SC (FIESC). Na oportunidade, autoridades e convidados participaram da cerimônia de descerramento da placa que será afixada no terminal. Segundo a New Fortress Energy, foram investidos R$ 500 milhões no projeto.
 
O TGS é um terminal offshore de importação de GNL de navios com capacidade de aproximadamente 6 MTPA (300 TBtu) e envio máximo de 500 mmscf/dia. Por meio de um gasoduto de 33 quilômetros de extensão, a estrutura se conecta ao gasoduto terrestre existente da Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil (TBG), injetando mais gás no sistema que abastece a demanda brasileira.
 
Conhecida como FSRU (Floating Storage and Regasification Unit, na sigla em inglês), a embarcação terá capacidade de armazenar 138 mil m3 de GNL e regaseificar até 15 milhões de m3 por dia. O objetivo é abastecer indústrias locais, como a cerâmica, metalmecânica e de vidro, por exemplo. 
 
“É um momento histórico para SC, que tem uma indústria de transformação muito forte e uma demanda crescente por energia. A entrada do terminal em operação vai dar mais segurança no suprimento de gás natural no estado e trazer mais competitividade para nossas indústrias”, afirmou o presidente da FIESC, Mario Cezar de Aguiar. Ele lembrou ainda que a Federação teve papel importante na viabilização do projeto desde o início, atuando como um interlocutor e facilitador com diferentes esferas da sociedade catarinense, destacando a importância da ampliação da oferta de gás no estado.
 
Para o vice-presidente de Novos Negócios da New Fortress, Jeremy Dawson, o projeto tem potencial de ser um marco para Santa Catarina e toda região Sul. “O TGS vai fortalecer a oferta de energia na região Sul, pois amplia o suprimento de gás natural e aumenta a segurança do fornecimento”. O executivo destaca ainda que a posição estratégica do empreendimento permite levar o insumo para outras regiões, já que está interligado ao gasoduto Bolívia-Brasil. Dawson destacou ainda que já existem 3 contratos firmados para o fornecimento, e que a New Fortress já está despachando gás para os consumidores.
 
O secretário estadual de Portos, Aeroportos e Ferrovias, Beto Martins, destacou o comprometimento dos envolvidos no projeto do TGS, e afirmou que a expectativa é de que a entrada em operação do terminal traga ainda mais desenvolvimento para o estado.
 
Transição energética – A operação em embarcações tipo FSRU é, globalmente, considerada uma das mais seguras para o meio ambiente e para os públicos no entorno da atividade. Além disso, por conta das grandes mudanças climáticas e seus potenciais impactos para a sociedade, a comunidade global já tem no gás natural a fonte mais adequada para uma transição ao mercado que se chama de baixo carbono.
 
Com informações da New Fortress Energy
 
Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina - FIESC
Gerência de Comunicação Institucional e Relações Públicas

JORNAL IMPRESSO
19/07/2024
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS