quarta, 24 de julho de 2024
Política
13/06/2024 | 17:32

COLUNA DO PRISCO PARAÍSO: Vergonha mundial

Vergonha mundial
 
O governo Lula III continua envergonhando o brasileiro e o país no exterior. O último episódio foi a importação de arroz. Sob a alegação, falsa, de que a produção nacional se tornara insuficiente para abastecer o mercado interno. Especialistas advertiram que não há nenhum risco de desabastecimento. Mesmo assim, Lula e seus fanáticos partiram para a importação.
Ignorando especialmente o Estado do Rio Grande do Sul, que continua vivendo uma tragédia sem precedentes, cuja recuperação levará décadas.
Como estado produtor de arroz, seria uma oportunidade para os gaúchos injetarem recursos na economia, porque a maior parte dos grãos já havia sido colhida e os milhões de toneladas estocadas não foram atingidas pelas águas.
Mas não. Lula da Silva queria o arroz importado para ficar com uma embalagem do PT. Pra fazer politicagem, o que é especialidade dessa gente.
 
Mão no baleiro
 
E foram pegos com a mão na botija. Fraude, edital dirigido. Três das empresas que ficaram com as maiores fatias, um mercado especializado em queijo, a segunda especialista em fabricação de sorvete; e a terceira locadora de automóveis. Vejam só. Com um detalhe, o secretário-geral de política agrícola, Neri Geller, que caiu ontem, tinha um filho sócio de uma das empresas.
 
Cleptocracia
 
Ou seja, é um governo eivado pela roubalheira e pela corrupção e fazendo um movimento de importação desnecessário. É porque queriam auferir lucros indevidos, irregulares e ilícitos, com favorecimento a setores muito bem identificados que fariam o contraponto, quem sabe até no processo eleitoral deste ano.
 
Ficha corrida
 
Afinal de contas, nós temos o histórico, as ações pretéritas de dois governos sob Lula, e um meio de Dilma, porque foi cassada, aí tivemos mensalão, petrolão, estatais quebradas e desvios de toda ordem.
 
Nada a ver
A ética e a moral não se identificam nem com o PT e nem com a esquerda. Realidade insofismável.
 
Gols contra
 
Isso num dia em que o governo sofreu duras derrotas no Legislativo. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, o vassalo, anunciou a devolução ao governo de parte da MP que limita o uso de créditos do PIS e Cofins, medida que acabou perdendo a validade.
 
Mão grande
 
O governo já havia sido derrotado na questão da desoneração da folha de pagamento, e continua insistindo em medidas que não vão merecer o respaldo do Congresso, nem mesmo do Senado, que tem se mostrado disciplinado em relação ao Planalto.
 
Nas alturas
 
Essa semana assistimos à alta do dólar, que pressiona Fernando Haddad a buscar cortes nas despesas do governo. É um descalabro. Lula da Silva, que reage a seu ministro da Fazenda, caminha a passos largos para inviabilizar seu próprio mandato, supostamente conquistado nas urnas.
 
Fazendo água
 
O mal-estar começa a tomar conta de partidos alinhados, inclusive de bancadas de partidos com assento na esplanada. Salvo engano, a deidade vermelha constrói um caminho sem volta. E quem perde, adivinha? Eu, você, nós, que pagamos os impostos e bancamos essa farra toda.

JORNAL IMPRESSO
19/07/2024
12/07/2024
05/07/2024
28/06/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS