terça, 18 de junho de 2024
Turismo
24/05/2024 | 22:26

Governo do Estado lança Estação Inverno 2024 para impulsionar o turismo planejado nos dias de frio

Foto: Ricardo Wolffenbüttel / SECOM
 
Apostando mais uma vez no potencial turístico de Santa Catarina também nos dias mais frios do ano, o Governo do Estado une setores estratégicos e lança a segunda edição do Estação Inverno. A ideia é, para além do turismo, impulsionar todas as atividades também impactadas com o fluxo de turistas. O lançamento foi feito nesta sexta-feira, 24, pelo governador Jorginho Mello e pelo secretário de Estado do Turismo, Evandro Neiva, durante a abertura da Festa do Pinhão em Lages.
 
“Todos nós sabemos que nacionalmente é uma festa reconhecida pela promoção do turismo, pelo encontro das famílias. É uma festa tradicional, é uma festa que une toda a região com esse frio aconchegante. E agora, esse ano nós estamos lançando aqui a Estação de Inverno. O que quer dizer isso? Quer dizer que nós queremos promover a neve, o frio, o vinho, as belezas naturais. Então no dia que inicia o inverno, a gente vai transferir o Governo de forma simbólica para Lages e São Joaquim, para que a gente possa comemorar junto com as vinícolas, vamos trazer a imprensa nacional e promover ainda mais nosso inverno e nosso estado”, afirmou o governador Jorginho Mello.
 
Assim como no primeiro ano, o Governo do Estado une setores e parceiros para dar ao inverno a mesma relevância que a temporada de verão já ocupa em Santa Catarina. A intenção é aumentar o fluxo econômico, oferecer suporte às atrações de inverno, e, assim, influenciar para que outras estâncias turísticas também busquem reconhecer e investir no potencial durante os meses de frio, do Litoral ao Oeste.
 
“A Estação Inverno é uma maneira do Governo do Estado mostrar que os setores organizados e unidos conseguem também fazer do frio um protagonista em Santa Catarina. Demos o primeiro passo em 2023 e agora estamos avançando no projeto. E lançar aqui na Serra e na Festa do Pinhão é muito simbólico, porque temos uma região de frio, a cada ano mais preparada, em uma festa já tradicional, que também vê o frio como um atrativo”, destacou o secretário do Turismo, Evandro Neiva. 
 
Filha de Lages, a secretária de Estado da Saúde, Carmen Zanotto, fez questão de prestigiar o lançamento. “É fundamental para nós, porque nós precisamos cada vez mais desenvolver o turismo da Serra Catarinense e o inverno é uma das nossas principais atrações junto com belas pousadas, restaurantes, o vinho, enfim, mesmo com o frio tem o calor acolhedor de cada lageano, de cada Serrano. Iniciamos com a Festa do Pinhão e a gente vai ter continuidade então agora com a Estação Inverno que vai marcar em definitivo essa característica que nós temos aqui na região Serrana.”
 
Temporada de inverno 2023
 
Os números alcançados no inverno de 2023 já mostram avanços. A pesquisa da Fecomércio, parceira do Estado na Estação Inverno, mostrou que, entre julho e agosto do ano passado na região Serrana, os gastos dos turistas, em que são calculados os custos com hospedagem e alimentação, cresceram 17% comparado a 2022. Além disso, o gasto com lazer também aumentou 14% em relação à média histórica. 
 
O tipo de hospedagem mais usado foi os hotéis: 60% dos turistas em 2023 se hospedaram na rede hoteleira. A pesquisa apontou ainda que a procura por alimentos e bebidas catarinenses também cresceu, com 84% dos entrevistados afirmando que experimentaram ou iriam experimentar itens alimentícios da Serra. “Nós trabalhamos com o inverno da mesma forma com que o verão sempre foi tratado pelo Estado, diminuindo a sazonalidade e transformando o frio em um produto turístico”, complementou Neiva.
 
Outras frentes de trabalho
 
Polícia Militar de SC
 
A PMSC lançou a Operação Estação Inverno 2024 em ato realizado em Urubici também nesta sexta, 24. A Operação vai até o dia 9 de setembro. Cerca de mil policiais militares serão empregados para executar policiamento ostensivo geral, auxiliando os turistas nos pontos de maior concentração de pessoas, agindo preventivamente e garantindo a segurança de visitantes e moradores.
 
“É um conceito adotado pelo governador Jorginho Mello, desde o começo do governo de tratarmos as operações nas quatro estações. Então encerramos a operação Estação Verão foi uma das melhores da história da corporação. O turista que vier para cá aproveitar o frio da Serra Catarinense será muito bem cuidado pela Polícia Militar e pelas demais forças policiais”, explicou o comandante-geral da PMSC, coronel Aurélio Pelozato da Rosa.
 
A operação receberá reforço policial nas cidades e nas rodovias estaduais de acesso às cidades de Lages, Bom Jardim da Serra, Bom Retiro, São Joaquim, Urubici, Itá, Urupema, Praia Grande, Treze Tílias, Rancho Queimado e Campo Alegre.
 
Polícia Civil
 
Já a Polícia Civil de Santa Catarina prevê uma operação entre 1º de agosto e 5 de setembro, concentrada em Lages e São Joaquim. As duas cidades vão contar com 108 viaturas, entre as já existentes nos locais e as que vão reforçar a ação, sendo 89 em Lages e 19 em São Joaquim. O número de policiais também vai ser reforçado, chegando a 160 entre delegados, escrivães, agentes e psicólogos.
 
Corpo de Bombeiros Militar:
 
O CBMSC promove a Operação Inverno Seguro, em especial na região Serrana. Entre as ações:
 
a) Prevenção de acidentes na colheita de pinhão:
 
De abril a junho é feita a colheita do pinhão, envolvendo principalmente moradores das áreas rurais. Os procedimentos envolvem riscos. Assim, o Corpo de Bombeiros Militar mantém no período campanha preventiva com produção e divulgação pelas mídias de orientações sobre a segurança, além de palestras aos coletores da
 
semente.
 
b) Prevenção aos incêndios e acidentes decorrentes do uso fogões/lareiras/aquecedores:
 
O uso  de equipamentos e métodos para aquecimento de ambientes pode resultar e potencializar ocorrência de incêndios e outros acidentes. Desta forma, o CBMSC na região Serrana e outras regiões frias do estado produz material sobre medidas e dicas de prevenção aos incêndios e acidentes. Há ainda campanhas de divulgação pelas mídias e palestras.
 
Será intensificada ainda a Operação Alerta Vermelho, na qual os bombeiros militares visitam casas, especialmente nas comunidades mais vulneráveis, para avaliar a segurança das residências e transmitem aos moradores dicas preventivas para evitar incêndios e outros acidentes domésticos.
 
c) Operação Serra Mais Segura:
 
Adoção de medidas ativas e antecipadas visando a segurança contra incêndio e pânico para a realização da Festa do Nacional do Pinhão.
Reforço de recursos operacionais para a execução de ações preventivas e atendimento de eventuais ocorrências 
Reforço ocasional de recursos operacionais para a execução de ações preventivas e atendimentos de ocorrências nos municípios de Bom Jardim da Serra, São Joaquim, Urubici e Urupema, conforme demanda decorrente da previsão do tempo, quando aponta para grandes quedas na temperatura, com possibilidade de neve e geadas, atraindo alto número de turistas.
Polícia Científica
 
A Polícia Científica intensifica sua atuação nas regiões turísticas para lidar com o aumento de pessoas e atividades em decorrência da chegada do frio. As ações são fortalecidas em pontos específicos, como atendimento em locais de crimes e acidentes de trânsito, identificação civil e criminal, e atendimento de medicina legal. 
 
Previsão de tempo para junho e julho
 
Depois de um mês de maio com chuva acima da média, em junho e julho a precipitação deve ser mais escassa e abaixo da média no Oeste e próxima a média climatológica no Leste, com pontuais de chuva maiores especialmente no Litoral. A previsão é da Epagri/Ciram.
 
Nos meses de junho e julho a média climatológica é de 110 a 170 mm no Oeste e Meio-Oeste, e de 70 a 130 mm do Planalto ao Litoral, sendo julho menos chuvoso em relação a junho.
 
A previsão é de temperatura acima da média climatológica em Santa Catarina. O frio chega atrasado, especialmente a partir de julho. Até lá, algumas massas de ar frio provocam declínio de temperatura após a passagem dos sistemas frontais, com formação de geada, especialmente no Planalto Sul.
 
Os veranicos com dias consecutivos de temperatura elevada (acima de 30ºC) devem ser mais frequentes em junho. Outra caraterística da estação são os nevoeiros, associados à nebulosidade baixa, com redução de visibilidade e impedindo a queda mais acentuada da temperatura no período noturno. Eventos de frio intenso com ocorrência de geada ampla em Santa Catarina e os episódios de neve devem ficar para o inverno, que começa no dia 20 de junho.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024
24/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS