quinta, 20 de junho de 2024
Geral
24/05/2024 | 09:40

Dr. Vicente questiona preparação de SC para eventos climáticos extremos: Estamos Prontos?

O deputado Dr. Vicente Caropreso (PSDB) questionou em discurso na tribuna da Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira, 23, se Santa Catarina está preparada para enfrentar uma tragédia semelhante  à que se abateu sobre o vizinho estado gaúcho.
 
“A pergunta que devemos fazer é: estamos preparados para uma calamidade dessa magnitude? Estamos realmente fazendo o necessário para proteger nossa população e minimizar os efeitos de fenômenos naturais extremos?”, questionou o parlamentar.
 
Para o deputado, o governo catarinense precisa olhar para o Rio Grande do Sul e aprender com os trágicos eventos. “A devastação causada pelas enxurradas no Vale do Taquari poderia ter acontecido aqui. Menos de 400 quilômetros separam essa região do Alto Vale do Itajaí, e o volume de chuva que atingiu o estado gaúcho poderia muito bem ter caído sobre nós.”
 
Barragens
O representante de Jaraguá do Sul lembrou que atualmente dez municípios catarinenses decretaram situação de emergência, com destaque para Rio do Sul, outras vez atingido. O deputado cobrou a execução de obras estruturantes, como as sete barragens sugeridas pelo estudo da Agência de Cooperação Internacional do Japão (Jica).
 
“Os estudos indicaram a necessidade de construir sete novas barragens, no entanto só a de Botuverá está com previsão de construção. As barragens de Pouso Redondo, Agrolândia, Mirim Doce, Petrolândia e Braço do Trombudo permanecem sem previsão de construção”, afirmou.
 
Dragagem e manutenção
Dr. Vicente elogiou as medidas do  governo do Estado, que deu início à dragagem do trecho urbano do rio Itajaí Açu, em Rio do Sul, bem como a contratação de serviços para a manutenção das barragens existentes.
 
“Recentemente, apresentei um requerimento solicitando manutenção na Barragem Oeste, em Taió, e das demais existentes. Na enchente de outubro do ano passado, a barragem de José Boiteux, a maior da região, não pôde ser usada adequadamente”, apontou Dr. Vicente. Ele defende que outros rios também sejam desassoreados, citando os rios Itapocu e Tubarão, respectivamente, situados no Nordeste e Sul do estado.
 
Aquecimento global
Para o deputado, as previsões climáticas diante do aquecimento global não podem mais ser ignoradas ou esquecidas quando as nuvens dão lugar ao céu azul.
 
“Não podemos ficar omissos quando as nuvens carregadas dão lugar ao céu azul.  Temos que botar na cabeça que qualquer hora pode vir alguma coisa do tipo ou pior. Agora é hora de agir com responsabilidade e compromisso. Precisamos unir esforços em prol da prevenção, visando à segurança da vida e do patrimônio das famílias catarinenses”, frisou.

JORNAL IMPRESSO
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024
24/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS