domingo, 23 de junho de 2024
Geral
14/05/2024 | 20:55

Passo de Torres e Sombrio, no Sul de SC, decretam situação de emergência por conta das chuvas do fim de semana

As chuvas que atingiram Santa Catarina no fim de semana deixaram pelo menos dois municípios do estado em situação de emergência. Segundo o Relatório elaborado e emitido pela Diretoria de Gestão de Desastres da Secretaria de Estado da Proteção e Defesa Civil (SDC), 12 municípios registraram ocorrências por conta das chuvas na  região Sul catarinense. Até o momento, dois  municípios decretaram situação de emergência (SE): Passo de Torres e Sombrio no Sul catarinense.
 
Outros quatro municípios, Araranguá, Maracajá, Praia Grande e São João do Sul estão levantando os dados do impacto das chuvas e materiais para possível decretação de situação de emergência. Até o momento não há registro de solicitações de itens de assistência humanitária.
 
De acordo com o relatório emitido pela Defesa Civil na manhã de hoje, 415 pessoas encontram-se desalojadas, sendo 205 São João do Sul, 200 em Araranguá, seis em Passo de Torres,  e quatro em Jacinto Machado. Além disso, 111 estão desabrigados, sendo 84 em Araranguá, sete no município de Forquilhinha, uma em Jacinto Machado e 19 em Sombrio.
 
Atualização das ocorrências nos municípios:
 
São João do Sul: Dez comunidades isoladas, 16 vias interditadas. As aulas foram suspensas no dia 13 e 14 de maio. A Rodovia  estadual SC 290 está interrompida no Km 5.3 e no Km 6.3 está com água sobre a pista, os desvios foram sinalizados. A Polícia Rodoviária Estadual determinou a interdição da SC no Km 6.3 entre as 18h de hoje até as 06h do dia 14, por segurança. Foram emitidos outros alertas na comunidade de Barrinha, com a ação em conjunto com os bombeiros. Alertam para os moradores buscarem lugares seguros para a comunidade de Barrinha. A Defesa Civil Municipal disponibilizou um abrigo, porém até o momento não foi utilizado. Até o momento foram atingidas 52 residências. Ocorreram deslizamentos de bueiros, alagamentos em pistas de estradas, aberturas de crateras em vias públicas, remoção de cabeceiras de pontes, insuficiência de drenagem em vias públicas. 
 
Jacinto Machado: Uma pessoas desabrigada, quatro desalojadas, comunidades isoladas devido ao registro de alagamentos: Cotovelo, Araçá, Figueira, Bela Vista, Engenho Velho, Serra da Pedra, Água Branca, Pinheirinhos; Rio da Pedra acima do nível e sendo monitorado. Uma residência parcialmente arrastada pela água, um abrigo foi montado no centro de convivência da terceira idade. Segundo informações do CBMSC a localidade de Pinheirinho Alto (local de acesso apenas com viatura 4×4, com obstruções e muita água na pista), para busca e resgate de uma feminina de 23 anos. No local a vítima encontrava-se na casa dos avós, fora de área de risco, um trator havia realizado a travessia em área alagada da mesma. A guarnição então conduziu a feminina para sua residência no centro de Jacinto Machado. 
 
Meleiro: Pessoas isoladas nas comunidades: 662 pessoas, comunidades isoladas: 5 (Barra do Cedro, Jacaré, Tranqueiras, Rio Cedro Baixo e Forquilha Rocha); além de vias interditadas: ponte baixa na boca do pique, estradas rurais, sapiranga, tranqueiras, jundiá, jacaré, boca do pique, barra do cedro, Rio cedro baixo, Forquilha Rocha
 
Criciúma: A frente fria trouxe chuvas intensas no município. A chuva volumosa e persistente provocou alagamentos pontuais em vias públicas afetando a mobilidade. A localidade mais atingida foi Quarta Linha. Não registra-se danos humanos. Na manhã de 12/05, permanece a condição de chuva volumosa, com registro de alagamentos pontuais. O Rio Sangão está alto, mas dentro da calha. Na comunidade de Verdinho, divisa com Forquilhinha e Maracajá, alagamento significativo isola a comunidade. COMPDEC em atendimento. 
 
Forquilhinha: A frente fria trouxe chuvas intensas no município. A chuva volumosa e persistente provocou alagamentos pontuais em vias públicas afetando a mobilidade. A localidade mais atingida foi Nova Iorque. O Rio Sangão começou a extravasar e vem aumentando seu nível. Algumas ruas já estão inundadas. Por prevenção, famílias começam a ser retiradas de suas residências. Na noite de 11/05, 6 pessoas foram encaminhadas para abrigo: 4 adultos e 2 crianças. Abrigo aberto no Ginásio da escola da comunidade Nova Iorque. Bombeiros foram chamados para auxiliar na retirada das pessoas das residências. Já nesta manhã: o abrigo aberto e ativado com 4 pessoas no abrigo, sendo 3 adultos e 1 criança. Na manhã de domingo (12/05) o Rio Sangão extravasou na localidade de Nova Iorque, onde o desassoreamento ainda não chegou. Algumas ruas já estão inundadas nos bairros Nova Iorque e Cidade Alta. Por prevenção, famílias foram retiradas de suas residências. Bombeiros foram chamados para auxiliar na retirada das pessoas das residências. Algumas ruas foram interditadas temporariamente devido ao volume de água na pista. Na noite de domingo (12/05) o Rio Sangão continua fora da calha na localidade de Nova Iorque, onde o desassoreamento ainda não chegou, mas com sinais de diminuição do nível do rio. Algumas ruas ainda estão inundadas nos bairros Nova Iorque e Cidade Alta. Por prevenção, famílias continuam fora de suas residências. Até o momento, 7 pessoas continuam no abrigo. 4 adultos e 3 crianças. Abrigo aberto no Ginásio da escola da comunidade Nova Iorque.
 
Balneário Rincão: Registrou nesta manhã alagamentos e muitos transtornos. No início da tarde persiste a condição de chuva volumosa no município. Bombeiros e equipe da Prefeitura Municipal em atendimento das ocorrências, que registram muitos pontos de alagamentos. Algumas residências começam a receber água das ruas. Municipalidade avaliando a possibilidade de retirada de famílias de suas residências. As localidades mais atingidas foram, avenida central, ruas do centro, ruas bairro zona sul, barra velha, pedreiras, trevo da zona sul 5 residências foram alagadas. Todas foram atendidas pela municipalidade e não foi preciso o recolhimento de famílias. Não há desalojados ou desabrigados. Máquinas e equipes trabalharam no sábado e domingo para atender as ocorrências, até as 19 horas de domingo, com missão cumprida, com êxito.
 
Passo de Torres: As intensas chuvas recentes resultaram em alagamentos significativos na cidade de Passo de Torres, com o transbordamento do Rio Mampituba afetando os bairros Arraial, Sanga da Madeira, Costa do Rio e a região das praias. No domingo, dia 12, a Assistência Social em conjunto com os Bombeiros resgataram 3 mulheres, 1 criança e 1 cão de uma residência alagada na Praia Azul. Na segunda-feira, dia 13, na comunidade de Arraial, mais 2 pessoas foram realocadas para casas de vizinhos como medida de segurança. Bairros Isolados: Aproximadamente 10 residências permanecem isoladas no Bairro Arraial devido à cheia do Rio Mampituba. As aulas continuam suspensas nesta terça-feira, 14 de maio, nas escolas municipais de Passo de Torres. Equipes de obras estão em atividade nas ruas, realizando monitoramento e trabalhos de drenagem nos pontos críticos de alagamento. Assistência às Famílias: A Prefeitura de Passo de Torres permanece em prontidão para prestar assistência à população afetada pelas fortes chuvas. Para aqueles que necessitarem de ajuda ou precisarem deixar suas residências, a Secretaria de Desenvolvimento Humano e Social está disponível através do número (48) 9 9121-5098. Um local de acolhimento foi preparado para receber os afetados. 
 
Praia Grande: Alagamentos nas ruas e registro de pequeno deslizamento de terra sem danos materiais. O município suspendeu as aulas preventivamente na segunda-feira (13). – São João do Sul: Dez comunidades isoladas, 16 vias interditadas. As aulas foram suspensas no dia 13 e 14 de maio. A Rod. A estadual SC 290 está interrompida no Km 5.3 e no Km 6.3 está com água sobre a pista, os desvios foram sinalizados. A Polícia Rodoviária Estadual determinou a interdição da SC no Km 6.3 entre as 18h de hoje até as 06h do dia 14, por segurança. Foram emitidos outros alertas na comunidade de Barrinha, com a ação em conjunto com os bombeiros. Alertam para os moradores buscarem lugares seguros para a comunidade de Barrinha. A Defesa Civil Municipal disponibilizou um abrigo, porém até o momento não foi utilizado. Até o momento foram atingidas 52 residências. Ocorreram deslizamentos de bueiros, alagamentos em pistas de estradas, aberturas de crateras em vias públicas, remoção de cabeceiras de pontes, insuficiência de drenagem em vias públicas.
 
Sombrio: Ocorrência de alagamento contabilizando 19 desabrigados, o abrigo aberto no Salão Paroquial do centro aos cuidados da equipe do social. Rompimento da estrada que mantém a água da captação da sombrio saneamento vindo deixar a cidade sem água, hospital e pronto atendimento e escola está sendo abastecido com caminhão da sombrio saneamento. Vias interditadas: estrada geral sanga negra estrada geral Garuva estrada geral morro da canoa.
 
Araranguá: Rio com cota 2,50 m já passa por cima da comporta e inicia o alagamento do Bairro Barranca. A água do rio Araranguá alagou a comunidade de Barranca e Baixadinha. Algumas famílias foram retiradas de suas residências e levadas para abrigo público. Aguardando o município informar mais dados sobre número de desalojados e desabrigados.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
21/06/2024
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS