sábado, 25 de maio de 2024
Geral
15/04/2024 | 18:43

Seminário de avaliação dos estados do Codesul marca quarta etapa do Planejamento Visão Regional 2040

Fotos: Marco Favero / SECOM
 
O Codesul promoveu na tarde desta segunda-feira, 15, o seminário de avaliação dos dados da quarta etapa do Planejamento Visão Regional 2040. O encontro ocorreu na sede do BRDE, em Florianópolis, e foi organizado pelo Codesul Santa Catarina com a presença dos secretários dos quatro estados do Codesul, assessoria técnica do Codesul, diretoria do BRDE, secretários de Planejamento da região Codesul, assessoria técnica das secretarias de Planejamento, superintendência de Planejamento do BRDE e a Unisinos, universidade responsável pela preparação do estudo.
 
Na saudação de abertura do evento, a vice-governadora de Santa Catarina, Marilisa Boehm, representando o governador Jorginho Melo, que está acompanhando a situação dos municípios afetados pelas chuvas, afirmou que tem certeza que o planejamento estratégico que está em construção vai trazer mais desenvolvimento para Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e Mato Grosso do Sul. “Todos aqui temos os mesmos objetivos, que é tornar os nossos estados cada vez melhores para se viver”.
 
Para a secretária executiva do Codesul, Micheli Petry, o planejamento estratégico é “uma entrega importante e que vai deixar um grande legado para a nossa sociedade e região. Poder discutir o futuro, o planejamento e ver o rumo do desenvolvimento, é inovar mais uma vez como região, assim como inovamos na criação do BRDE na década de 1960. Naquela ocasião fomos o primeiro conselho no país a criar um banco de desenvolvimento, pois já se entendeu a importância do desenvolvimento regional”.
 
“Com o Planejamento Visão Regional 2040 vamos fazer um diagnóstico preciso dos estados que integram o Codesul, e isso é fundamental para o desenvolvimento econômico e social”, destaca a secretária do Codesul Santa Catarina, Vânia Franco.
 
A secretária do Planejamento do RS e coordenadora do projeto Visão 2040, Daniele Calazans, afirmou que está esperançosa que o trabalho será entregue dentro do prazo acordado. “Somos uma região que tem seus desafios e o clima é um deles, o que acabou nos unindo. Precisamos ainda ver outras questões e ter esse mapeamento é muito importante para que se consiga seguir os próximos passos”, disse ela.
 
Já o secretário de Planejamento de Santa Catarina, Edgar Usuy, destacou a importância de se ter um diagnóstico e pensar a região de forma integrada, como bloco. Para ele, o estudo será útil para entender os estados e para buscar uma resiliência coletiva. “A infraestrutura que possuímos, como os portos, por exemplo, precisa ser pensada não apenas para o uso de Santa Catarina, mas como algo que pode beneficiar os quatro estados do bloco”, afirmou. E complementou: “Temos uma expectativa muito grande em relação a esse estudo e os governadores nos cobram celeridade para que possamos avançar nesse planejamento e integração”.
 
O presidente do BRDE, João Paulo Kleinübing, afirmou que o banco é parceiro e quer ajudar na construção da aproximação entre os estados e as metas de desenvolvimento regional. “O banco vai fazer 63 anos e foi criado com esse espírito de fomentar o desenvolvimento e é o único do país com esforço e foco na integração e desenvolvimento regional”.
 
Após a abertura, a Unisinos apresentou os dados apurados nessa quarta etapa, nos 16 eixos compreendidos pelos seguintes temas: meio ambiente, população, comércio exterior, mercado de trabalho, educação, saúde, inovação, saneamento, agricultura, modais e portos, estrutura produtiva, crédito, energia, habitação e finanças públicas.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
24/05/2024
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS