terça, 28 de maio de 2024
Geral
01/04/2024 | 16:34

Com decreto de situação de emergência em vigor devido a infestação pelo mosquito Aedes Aegypti - e a situação se agravando cada vez mais - Governo Municipal decide adiar a Fenamar

A Prefeitura de Penha informa uma importante decisão tomada devido a situação de dengue no município: o adiamento da Festa Nacional do Marisco (Fenamar) em 2024. O município declarou situação de emergência em saúde pública em todo o território em razão da infestação pelo mosquito Aedes Aegypti no dia 7 de fevereiro, regulamentando procedimentos de intervenção sanitária, focando todos os esforços no combate à dengue.
 
Dados de quinta-feira (28) apontam 934 casos positivos no município, sendo 27 pessoas aguardando resultado. Além disso, a Central de Triagem da Dengue já prestou 4.760 atendimentos nos 1.882 pacientes que passaram no local – um paciente passa por diversos atendimentos como acolhimento, ala de enfermaria, médico e se necessário, hidratação.
 
O Prefeito de Penha, Aquiles da Costa, comenta a decisão.
 
“Essa decisão foi motivada em virtude da saúde pública, da segurança, do respeito e do bem-estar da população, devemos priorizar a vida. Ano passado tivemos uma edição histórica da Fenamar e reconhecemos a importância da festa para o município e o retorno econômico que ela traz, porém, a saúde está em primeiro lugar, e com isso não se brinca. Estamos focados em combater o surto endêmico no nosso município e que atinge hoje todo o Brasil”, explica. 
 
 
 
SINTOMAS, TRATAMENTO E SINAIS DE ALERTA
 
Todo indivíduo que apresentar febre (39°C a 40°C) de início repentino e apresentar pelo menos duas das seguintes manifestações - dor de cabeça, prostração, dores musculares e/ou articulares e dor atrás dos olhos – deve procurar imediatamente um serviço de saúde, a fim de obter tratamento oportuno. No entanto, após o período febril deve-se ficar atento. Com o declínio da febre (entre 3° e o 7° dia do início da doença), sinais de alarme podem estar presentes e marcar o início da piora no indivíduo.
 
 
 
COMO EVITAR A PROLIFERAÇÃO DO MOSQUITO
 
Pessoas que tiverem sintomas compatíveis com a dengue, como febre alta acompanhada por dor no corpo, dor de cabeça, náuseas, vômitos ou dor atrás dos olhos, devem procurar atendimento médico o mais rapidamente possível a partir do início dos sintomas.
 
Para evitar a proliferação do Aedes aegypti, mantenha caixas, tonéis e barris de água bem tampados, coloque o lixo em sacos plásticos e mantenha a lixeira sempre bem fechada, não jogue lixo em terrenos baldios e se for guardar garrafas de vidro ou plástico, mantenha sempre a boca para baixo e facilite a entrada dos agente endêmicos nos imóveis.

JORNAL IMPRESSO
24/05/2024
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS