quinta, 30 de maio de 2024
Política
01/04/2024 | 16:23

COLUNA DO PRISCO PARAÍSO: Ritmo frenético

Ritmo frenético 

O final de semana prolongado, com o feriado da Semana Santa, se inicia na sexta-feira, dia de reflexão e contrição. Ainda temos o sábado e o domingo, a tríade no calendário que marcam o assassinato de Jesus e sua gloriosa ressurreição. Um período de recolhimento intensificado. No âmbito político, questiona-se: haverá movimentações frenéticas ininterruptas? Já mencionamos anteriormente que o PL e o PSD são os partidos que têm atuado de maneira mais assertiva, atraindo novos filiados e provocando transferências de outros partidos, seja entre atuais detentores de mandatos, ex-detentores ou não. 

A expectativa, claro, está voltada para o próximo final de semana; afinal, o dia primeiro é segunda-feira, e o prazo final para a definição do quadro partidário é dia 6. Temos aí uma semana. O governador tem se mostrado eficaz, percorrendo o estado sem negligenciar as questões administrativas, conseguindo conciliar sua agenda de chefe do Executivo com atividades partidárias e eleitorais.

Entre os partidos, o PL apresenta grandes perspectivas de crescimento. Coincidentemente, Jair Bolsonaro encontra-se em Santa Catarina, tendo chegado ontem a Balneário Camboriú, onde permanecerá até domingo, sem nenhuma atividade formal planejada. A despeito disso, ele tem circulado pela cidade, recebendo candidatos a prefeito, prefeitos, candidatos a prefeituras e parlamentares. Importantes figuras políticas, como o senador Jorge Seif e o governador Jorginho Mello, estão próximas dele.

 

Paizão 

Sobre o motivo de sua visita a Balneário Camboriú, destaca-se a presença de um empresário amigo que lhe cedeu um grande apartamento, mas também o fato de que seu filho, Renan, pretende candidatar-se à Câmara de Vereadores, visando posteriormente a uma vaga de deputado federal em 2026. 

 

Reduto 

Santa Catarina tem historicamente oferecido votações expressivas a Jair Bolsonaro, tanto em 2018 quanto em 2022, contribuindo para o crescimento do PL.

 

Neófito 

Diferentemente de Carlos Moisés, que, apesar de ser um novato na política e ter se oposto a Bolsonaro, foi eleito graças a ele, Jorginho Mello, com sua experiência política, aproximou-se ainda mais de Bolsonaro após sua eleição, investindo no crescimento do partido. Está dando certo. 

 

Troca de posições 

Um estudo anterior indicou que, dos 295 municípios de Santa Catarina, o MDB, que tradicionalmente tem cerca de 100 prefeitos, poderia ver o PL crescer significativamente. 

 

Vida real 

Atualmente, até mesmo membros do MDB acreditam que o PL pode ultrapassar essa marca, o que representaria uma diminuição para o MDB, ficando possivelmente com 70 a 80 prefeitos. 

Embora seja improvável que o PSD e o PP, juntos, não alcancem 100 prefeituras.

 

Matemática 

Isso significaria que, entre MDB, PL, PSD e PP, poderia haver mais de 250 prefeituras. Considerando também os partidos menores, como União Brasil, PSDB, Republicanos e outros, o cenário político é de uma concentração maior em poucos partidos.

 

Bola da vez

 Em resumo, o PL tem grande potencial para liderar e eleger o maior número de prefeitos em Santa Catarina pela primeira vez, superando o histórico domínio do MDB.


JORNAL IMPRESSO
24/05/2024
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS