terça, 28 de maio de 2024
Cultura
19/03/2024 | 17:47

Saudosa Maloca, comédia inspirada em canções de Adoniran Barbosa, estreia quinta (21) nos cinemas

Uma das músicas mais famosas e queridas de Adoniran Barbosa se transformou em filme. Dirigido por Pedro Serrano e protagonizado por Paulo Miklos, Gero Camilo e Gustavo Machado, SAUDOSA MALOCA estreia nos cinemas nesta quinta-feira, dia 21 de março, com classificação indicativa de 14 anos. A produção é da Pink Flamingo Filmes e a distribuição é da Elo Studios. O longa entra em cartaz nas seguintes praças: Manaus, Roraima, Palmas, Natal, Maceió, Salvador, João Pessoa, Aracaju, Fortaleza, Teresina, Juazeiro do Norte, Vitória da Conquista, Mossoró, Brasília, Goiânia, Belo Horizonte, Contagem, Niterói, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Caixias do Sul, Florianópolis, Londrina, Curitiba, São Paulo, Catanduva, Indaiatuba, Guarulhos, São José do Rio Preto, Campinas, São Bernardo do Campo, Osasco, Leme, São José dos Campos.
 
“Se o sinhô não está lembrado/ Dá licença de contar/ Que aqui onde agora está/ Esse adifício arto/ Era uma casa velha/ Um palacete abandonado”, assim começa a canção de 1951, que narra a história de Mato Grosso e Joca, contada pelo próprio compositor na mesa de um bar. Adoniran é interpretado por Paulo Miklos, e os outros dois personagens por Gero Camilo e Gustavo Machado, respectivamente. 
O universo de Adoniran não é novidade para o diretor, que em 2015 lançou o curta “Dá Licença de Contar”, que já trazia o trio central no elenco fazendo os mesmos personagens e, em 2020, lançou o documentário “Adoniran, Meu Nome é João Rubinato’. Agora com o longa, há a possibilidade de ampliar a história do curta trazendo mais elementos do universo do compositor paulista. Além de Saudosa Maloca, o roteiro traz episódios, falas e personagens presentes em diversos sambas do compositor, costurados numa só trama e compondo assim uma crônica social bem humorada da cidade de São Paulo.
O longa, que tem roteiro de Serrano, Guilherme Quintela (Sintonia, Meu Amigo Hindu) e Rubens Marinelli (O Santo Maldito) e teve consultoria de Lusa Silvestre, conhecido por seu trabalho nos roteiros de "Estômago'' e no mais recente "Medida Provisória”, traz Adoniran, já do alto de seus 72 anos, narrando ao garçom de um bar histórias de uma São Paulo que não existe mais, lembrando com carinho dos amigos Matogrosso e Joca, vivendo numa maloca que já não existe mais, e ambos apaixonados por Iracema (Leilah Moreno). 
Enquanto ela dá duro como balconista, os dois fazem de tudo para fugir do batente e “viver forgadamente”. Com a ajuda do samba, Adoniran, Joca e Matogrosso sobrevivem à pobreza e à fome, mas têm seu modo de vida ameaçado quando o bairro do Bixiga começa a passar por transformações vorazes, um sinal de que, se não arrumarem trabalho, podem ser engolidos pelo “pogréssio”. 
À medida que conta seus “causos”, Adoniran estreita sua relação com Cícero e ambos são testemunhas do crescimento desenfreado da metrópole, que segue passando por cima de sua gente. A especulação imobiliária e os despejos ainda são as tintas que colorem a paisagem desigual. Combinando drama e fantasia, o longa resgata uma São Paulo lírica do passado que ficou imortalizada nas músicas de Adoniran Barbosa. 
 
O diretor Pedro Serrano afirma que o filme “conta uma história brasileira, mas essencialmente paulista. É um tributo à obra de um dos maiores sambistas de São Paulo e também uma reflexão sobre questões sociais importantes da cidade”.
O cantor e ator Paulo Miklos, que interpreta o sambista no filme, afirmou em entrevista recente que “Adoniran Barbosa é muito rock ‘n ‘roll, devido aos temas de suas músicas, as tragédias, a crítica social e a crônica muito afiada sobre São Paulo e o povo brasileiro. Ele é um personagem muito rico e, ao mesmo tempo, marcante na memória afetiva das pessoas".
Sabrina Nudeliman, CEO da ELO STUDIOS, conta que "Saudosa Maloca é um tesouro do cinema brasileiro, um reflexo autêntico da vida nas ruas e dos anseios do povo. Adoniran Barbosa, com sua genialidade, capturou a essência da São Paulo da época, dando voz aos trabalhadores e à cultura popular. Para a ELO STUDIOS, distribuir esse filme é honrar o legado de Adoniran e preservar sua contribuição para a história da Música Popular Brasileira e também do cinema nacional”.
O elenco de SAUDOSA MALOCA conta ainda com Sidney Santiago Kuanza, Paulo Tiefenthaler, Carlos Gimenez, Izak Dahora, Zemanuel Piñero, Ney Piacentini, e Noemi Marinho. A produção executiva do longa é assinada por Renata Martins e Giovana Amano. A obra tem ainda Lito Mendes da Rocha (Serra Pelada, Manhãs de Setembro), na fotografia; e a direção de arte assinada por Claudia Terçarolli (Abestalhados 2).
SAUDOSA MALOCA é produzido pela Pink Flamingo Filmes, com coprodução da Claro e Nation Filmes e será distribuído pela Elo Studios. Patrocínio da Guima Conseco, apoio do FSA, Ancine, BRDE, PROAC, Governo do Estado de São Paulo e Secretaria de Cultura e Economia Criativa.
 
Sinopse
Numa mesa de bar, o velho Adoniran Barbosa conta a um jovem garçom histórias de uma São Paulo que já não existe. Lembra com carinho da maloca onde viveu com Joca e Mato Grosso, da paixão deles por Iracema e de outros personagens eternizados em seus sambas, crônicas de uma metrópole engolida pelo apetite voraz do “pogréssio”.
 
Ficha Técnica
Produção Executiva:  Renata Martins e Giovana Amano 
Elenco: Paulo Miklos, Gero Camilo, Gustavo Machado, Leilah Moreno, Sidney Santiago Kuanza, Paulo Tiefenthaler, Carlos Gimenez, Izak Dahora, Zemanuel Piñero, Ney Piacentini, Noemi Marinho, Leiza Maria, Tassia Cabanas, Guilherme Rodio, Dagoberto Feliz, Raimundo Moura, Victor Salomão, Guilherme Conceição, Rodrigo Mazzoni, Eduardo Zanotti, Fabio Carvalho, Nataly Cabanas, Bruno Faldini e Alex Mazzanti
Direção de Fotografia: Lito Mendes da Rocha 
Direção de arte: Claudia Terçarolli
Gênero: drama, comédia 
País: Brasil
Ano: 2023
Duração: 108 min.
 
Sobre Pedro Serrano
Pedro Serrano é um diretor e roteirista brasileiro, especializado em direção de atores pela EICTV de Cuba. Seu curta Dá Licença de Contar foi vencedor de diversos prêmios nacionais e internacionais, incluindo Melhor Filme no Festival de Cinema de Gramado e Melhor Filme no Festival Internacional de Bilbao. Seu também premiado documentário Adoniran - Meu Nome é João Rubinato foi o filme de abertura do Festival É Tudo Verdade 2018. Agora, se prepara para lançar Saudosa Maloca, seu primeiro longa-metragem de ficção que finaliza sua pesquisa sobre o sambista Adoniran Barbosa.
 
Sobre a Pink Flamingo Filmes
Premiada em diversos Editais brasileiros produziu o curta-metragem “Um conselho…”, o documentário “Jornada da Heroína”,  e desenvolveu a série “O Santo Maldito” para o canal Star+/Disney. Atualmente em produção, o curta de animação “Menino Monstro” e o longa documental “Artacho Jurado” são os destaques da produtora que lançará em breve o longa-metragem de ficção “Saudosa Maloca” de Pedro Serrano.
 
SOBRE A ELO
A ELO STUDIOS desenvolve, produz, e distribui conteúdos audiovisuais que representam a diversidade do público brasileiro e que buscam entreter e impactar positivamente a audiência. Focada em conectar ideias, criadores e talentos, a ELO STUDIOS assina produções originais como "Desafio Impossível” (Disney+), “Trace Trends” (Globoplay), “You are not a soldier” (HBO Max, Hot Docs 2021, “Brasil de Imigrantes”, “A Verdade da Mentira” (History Channel) e “Contar para Viver” (Unesco). 
Possui mais de dez projetos em diversas fases de desenvolvimento e produção, como o longa-metragem “Caindo na Real”, com roteiro de Bia Crespo e direção de André Pellenz (Minha Mãe é uma Peça; “Donas do Negócio” sobre empreendedorismo feminino; a animação Lupi e Baduki, com Flamma, Birdo e Warner; e “Avenida Beira-mar”, parceria com Telecine, vencedor do Prêmio Frapa e selecionado para o Produire au Sud, na França.
Desde 2005, a ELO STUDIOS distribuiu mais de 500 títulos de todas as regiões do Brasil, exibidos em mais de 100 países e premiados internacionalmente, como “O Menino e o Mundo” , indicado ao Oscar. De seu catálogo, mais de 100 longas metragens foram exibidos em cinemas no Brasil como "Medida Provisória", de Lázaro Ramos - filme nacional mais assistido em 2022. Em 2024-2025 serão lançados mais de 20 filmes inéditos como “Saideira”, “De repente, miss!”, “Madame Durocher”, “Caindo na real”, “Saudosa Maloca” e “Avenida Beira-mar”.
A ELO STUDIOS tem como valores a inovação artística e nos modelos de negócio, sempre buscando parcerias dentro e fora da cadeia do audiovisual. Também se destaca pela diversidade de modelos de negócio e financiamento que inclui institutos sociais, Funcine, pré-vendas, verbas de marcas, além dos recursos diretos da Lei do Audiovisual e editais. Para os próximos anos, a Elo produzirá cerca de 50 projetos, de diferentes gêneros e formatos, resultado de sua curadoria e conexão com diversos talentos e parceiros.
Liderada por Sabrina Nudeliman Wagon (CEO) ao lado de Ruben e Flavia Feffer, e com uma equipe majoritariamente feminina desde a fundação, a ELO é responsável por iniciativas que valorizam a pluralidade de histórias na frente e atrás das telas. O SELO ELAS potencializa filmes brasileiros dirigidos por mulheres há sete anos - tendo atendido a mais de 40 diretoras.
 
Sobre a Claro
A Claro é líder em Telecomunicações na América Latina e uma das maiores operadoras de multisserviços do Brasil, presente em todas as regiões do país. Está em mais de 4.800 municípios brasileiros e suas redes disponibilizam serviços a cerca de 98% da população. A Claro oferece soluções integradas de conectividade, entretenimento, produtividade e serviços digitais de forma verdadeiramente convergente, em várias plataformas fixas e móveis. Em 2019, a empresa criou o beOn Claro, seu hub de inovação, para facilitar, potencializar e conectar a inovação dentro e fora da companhia. A Claro é líder em TV por assinatura, banda larga e a operadora que mais cresce em serviços móveis. Por meio da Embratel, lidera também o segmento de serviços corporativos, que incluem ofertas em nuvem, telecom, TI e segurança de redes e aplicações. A operadora conta ainda com o Claro 5G+ disponível em regiões de todos os estados e no Distrito Federal. E, segundo medições realizadas pelo Speedtest®, a Claro tem a rede 5G mais rápida, estável e que oferece a melhor experiência em vídeos e games do Brasil, além de contar com o Wi-Fi mais estável do país. A Claro faz parte da América Móvil, com presença em 25 países na América Latina e também na Europa e Estados Unidos.

JORNAL IMPRESSO
24/05/2024
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS