quarta, 22 de maio de 2024
Geral
11/03/2024 | 14:58

Medidas do governo texano proporcionam queda no número de imigrantes ilegais

Nos últimos meses, as fronteiras do Texas passaram por uma mudança impressionante no cenário migratório. O estado, que chegou a contabilizar uma média diária de mais de três mil imigrantes ilegais solicitando refúgio, testemunhou uma redução significativa desse número. Hoje (5 de março), apenas três indivíduos conseguiram atender aos requisitos impostos para avançar a fronteira, resultado direto das medidas de proteção adotadas pelo governo estadual.

Entre as medidas implementadas, é possível destacar a permissão de entrada para grupos específicos. Menores de 14 anos que estão abandonados, sem a presença de pais ou responsáveis, mulheres que apresentem sinais de maus tratos e deficientes físicos incapazes de se locomover para outro ponto têm permissão para passar pelas fronteiras. 

 Impacto direto na vida dos texanos

De acordo com Daniel Toledo, advogado que atua na área do Direito Internacional, fundador da Toledo e Associados, escritório de advocacia internacional com unidades no Brasil e nos Estados Unidos, a imigração ilegal sempre foi um desafio. “O Governador Greg Abbott tem se mantido firme em sua postura de proteger as fronteiras do estado, mesmo diante das políticas federais do Presidente Joe Biden, que buscam uma abordagem mais flexível”, relata.

O choque entre as abordagens federais e estaduais em relação à imigração cria um cenário desafiador. “Enquanto a administração Biden busca uma postura mais aberta e inclusiva, o governo texano permanece focado na segurança e estabilidade interna. Embora exista um conflito de perspectivas, as medidas adotadas por Abbott, inicialmente, mostram resultados positivos”, pontua.

 

Desafios futuros e debate nacional

A queda no número de imigrantes ilegais que ingressam no país através das fronteiras do Texas levanta questões importantes, principalmente sobre o papel dos estados na proteção de suas fronteiras e a necessidade de um debate nacional abrangente sobre políticas migratórias. “No entanto, a prioridade do governo americano deve estar na segurança de seus próprios cidadãos”, declara Toledo. 

A implementação de medidas seletivas de entrada se destaca como uma tentativa de abordar as complexidades da imigração ilegal. “O debate sobre essa questão continua a ecoar além das fronteiras do estado, tornando-se uma parte crucial do cenário político nacional. O país precisa encontrar soluções efetivas para enfrentar os desafios decorrentes da imigração”, finaliza.

 

Sobre Daniel Toledo

Daniel Toledo é advogado da Toledo e Advogados Associados especializado em Direito Internacional, consultor de negócios internacionais, palestrante e sócio da LeeToledo PLLC. Para mais informações, acesse o site. Toledo também possui um canal no YouTube com mais 200 mil seguidores com dicas para quem deseja morar, trabalhar ou empreender internacionalmente. Ele também é membro efetivo da Comissão de Relações Internacionais da OAB Santos, professor honorário da Universidade Oxford - Reino Unido, consultor em protocolos diplomáticos do Instituto Americano de Diplomacia e Direitos Humanos USIDHR e professor da PUC Minas Gerais do primeiro curso de pós graduação em Direito Internacional, com foco em Imigração para os Estados Unidos

 

Sobre o escritório

O escritório Toledo e Advogados Associados é especializado em direito internacional, imigração, investimentos e negócios internacionais. Atua a mais de 20 anos com foco na orientação de indivíduos e empresas em seus processos. Cada caso é analisado em detalhes, e elaborado de forma eficaz, através de um time de profissionais especializados. Para melhor atender aos clientes, a empresa disponibiliza unidades em São Paulo, Santos e Houston. A equipe é composta por advogados, parceiros internacionais, economistas e contadores no Brasil, Estados Unidos e Portugal que ajudam a alcançar o objetivo dos clientes atendidos. Para mais informações, acesse o site ou entre em contato por e-mail contato@toledoeassociados.com.br.


JORNAL IMPRESSO
17/05/2024
10/05/2024
03/05/2024
26/04/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS