quarta, 24 de abril de 2024
Geral
18/01/2024 | 17:42

Segurança Pública: dados criminais apresentam queda em 2023 em Santa Catarina

Fotos: Ricardo Trida / SECOM
 
A grande maioria dos indicadores criminais sofreu diminuição no ano de 2023 em Santa Catarina. A excelência do trabalho das forças de Segurança — Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Científica —, os investimentos do Governo do Estado, a integração policial, os planejamentos de inteligência e um conjunto de ações no enfrentamento ao crime são atribuídas como algumas das principais razões pelas quais Santa Catarina vem sendo colocada como o Estado mais seguro do País.
 
Os dados em relação ao número de ocorrências foram computados pela gerência de estatística e análise criminal da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-SC) e abrangem o período de 1º de janeiro de 2023 a 31 de dezembro de 2023, em comparação com o mesmo período do ano anterior.
 
Em 2023, houve queda em crimes como latrocínios (-52%), roubos (-14,5%), homicídios (-4,2%), feminicídios (-1,8%), furtos (-2,4%) e lesão corporal seguida de morte (-20%). Em relação ao quadro geral de mortes violentas, em que estão computados homicídios, latrocínios, lesão corporal seguida de morte e confronto policial, a diminuição foi de -1%.
 
Para o secretário de Estado da Segurança Pública de Santa Catarina, Sargento Lima, os resultados são reflexos da atuação dos servidores de todas as instituições que compõem a segurança pública catarinense. “Atribuo diretamente à competência de cada um dos servidores que compõem o nosso quadro da segurança pública do Estado: os Bombeiros, a Polícia Científica, a Polícia Civil e a Polícia Militar, todos extremamente técnicos, que sabem o que estão fazendo e estão trabalhando motivados”, aponta o secretário.
 
Em 2024, o foco é manter a criminalidade em queda e seguir forte com as ações no estado. “O nosso objetivo é manter os bons números, com muito trabalho e muito esforço de todos da Segurança Pública e do nosso próprio governador do Estado, Jorginho Mello”, assinalou o secretário Sargento Lima.
 
De acordo com a SSP, os roubos e furtos à instituição financeira sofreram queda (-28,9%). Já os roubos e furtos de veículos também tiveram diminuição (-11,5%), assim como os estelionatos (-3,1%). Já os casos de violência doméstica — em que são computados os crimes de ameaça, calúnia, injúria, difamação, estupro, lesão corporal dolosa e vias de fato — tiveram crescimento de 6,8%, assim como as mortes em confronto policial, com aumento de 79,5%.
 
Metade dos municípios sem homicídio
 
Em Santa Catarina, 146 municípios não tiveram ocorrência de homicídio em 2023, o que representa 49,5% dos municípios catarinenses. No geral, a taxa de homicídios por 100 mil habitantes no estado ficou em 7,5 homicídios a cada 100 mil habitantes, a mais baixa dos últimos quatro anos em SC.
 
Dos homicídios registrados em SC em 2023, 50,2% deles ocorreram nos finais de semana (entre sexta 18h e segunda 6h) e 49,8% ocorreram em dias de semana. Um outro dado: 54,7% dos homicídios no Estado foram registrados no período noturno, enquanto 45,3% no período diurno.
 
A SSP informa ainda que 40,4% dos homicídios ocorreram em via pública e 38,5% ocorreram em residência. Dos homicídios registrados, 40,4% tiveram arma de fogo como meio empregado e e 32,5% a arma branca empregada.
 
Região Norte do Estado registra queda de 44% nos roubos
 
Conforme dados do 5º Comando Regional de Polícia Militar, com sede em Joinville e em sua área de abrangência, o número de roubos em geral diminuiu 44% em relação ao mesmo período de 2022, o de furtos caiu 13% e o número de homicídios reduziu 11%.
 
Fonte: Governo SC

JORNAL IMPRESSO
19/04/2024
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS