sexta, 23 de fevereiro de 2024
Meio Ambiente
07/11/2023 | 09:40

INIS disponibiliza base de dados georreferenciadas para consulta pública

O Instituto Itajaí Sustentável (INIS) disponibiliza uma ferramenta para facilitar o acesso às informações geográficas do município. O GeoItajaí permite que órgãos municipais, investidores e cidadãos possam pesquisar informações sobre o mapeamento da cidade, tudo de forma atualizada. Para consultar os dados, clique aqui
 
Com a ferramenta, é possível verificar se determinada área está com a licença ambiental emitida ou indeferida. O sistema permite ainda a consulta sobre o vencimento do documento e o responsável terá orientações sobre como proceder para a realizar a renovação das licenças.
 
A solução digital foi desenvolvida pelo técnico em geoprocessamento Maicon Silveira, que atua no INIS, para dar suporte e condições para a atuação focada em áreas específicas. O sistema contempla todas as informações de zoneamento da cidade.
 
“O cidadão pode consultar desde o espelho cadastral do seu imóvel assim como as informações sobre o recuo frontal. Um empreendedor que pretende instalar determinado negócio em uma área específica poderá verificar se o local tem restrição de uso ou se está em Área de Preservação Permanente (APP)”, destaca Felipe Phaelante da Câmara Lima, diretor de Licenciamento e Fiscalização do INIS.
 
Para proporcionar informações mais eficazes, equipes do instituto fizeram mapeamento in loco das áreas verdes. Toda a morraria existente no município foi mapeada e a base de dados que contempla essas informações também estará disponível, em novembro, para consultas.
 
Até o momento, 1.060 licenças ambientais foram cadastradas no sistema eletrônico, além de 1.100 documentos diversos que são emitidos por ano pela diretoria de Licenciamento e Fiscalização do INIS.
 
“Através de mapas tridimensionais, conseguiremos oferecer um sistema que conta com cadastro técnico multifacetário. O GeoItajaí permite que nossos profissionais façam atualizações com informações relevantes para a área ambiental e de interesse público. Essa solução é o que iremos oferecer de mais atual e sustentável em termos de acesso às informações”, finaliza Felipe.
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS