domingo, 03 de março de 2024
Saúde
25/10/2023 | 09:01

Camboriú oferece acesso rápido a mamografias contra o câncer de mama

Outubro é o mês que o mundo se veste de rosa para estimular os cuidados e o combate ao câncer de mama. Porém, esse trabalho de prevenção é realizado continuamente pela Secretaria de Saúde de Camboriú. A fila de espera para a realização de mamografias é uma das mais rápidas do município. Segundo o Setor Regulação, atualmente, o tempo entre o agendamento e a realização do exame leva em torno de 15 dias. Apenas neste mês de prevenção mais de 170 mulheres de Camboriú já passaram por mamografias.
 
“O câncer de mama é o câncer que mais leva mulheres à óbito no Brasil. Por isso, precisamos dar a devida atenção ao tema e promover a prevenção no município. Além de momentos de conscientização, temos um processo ágil para que as mulheres sejam atendidas rapidamente e possam estar prevenidas contra a doença”, ressalta a secretária de Saúde, Elisama de Freitas.
 
As mamografias são reguladas estadualmente, ou seja, o município é responsável apenas pelo encaminhamento. Para realizar a mamografia, as mulheres precisam primeiro passar pelo exame clínico das mamas na Unidade Básica de Saúde (UBS), onde é feito o encaminhamento para a mamografia.
 
Para realizar o agendamento, o paciente precisa ter cópia de um documento oficial com foto, comprovante de residência e Cartão Nacional do SUS. A entrada no processo é feita no Departamento de Regulação, que fica localizado na Secretaria de Saúde de Camboriú, na Rua Porto Alegre, nº 698, no Centro. A mamografia das moradoras do município é feita nas Clínicas São Lucas, em Balneário Camboriú e Itajaí, e na Clínica Kozma, também em Balneário Camboriú.
 
Mamografia:
 
A mamografia é um tipo de radiografia das mamas, realizada em um aparelho chamado mamógrafo. Para gerar a imagem, a paciente permanece em pé e o equipamento comprime as mamas. A mamografia é bastante utilizada para o rastreamento do câncer de mama, possibilitando a visualização de achados antes que os mesmos sejam palpáveis.
 
De acordo com diversas associações médicas brasileiras, mulheres com mais de 40 anos devem fazer a mamografia de rotina a cada dois anos. Mas, dependendo do quadro individual, a necessidade de realizá-la precocemente e com outra periodicidade fica a cargo do médico responsável. É o que ocorre com jovens com histórico de câncer de mama em pacientes de primeiro grau (mães, filhas ou irmãs).

JORNAL IMPRESSO
01/03/2024
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS