sexta, 23 de fevereiro de 2024
Geral
18/10/2023 | 16:15

Júri na Capital condena mulher pelo assassinato de coronel aposentado com quem vivia

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Capital condenou uma mulher pelo assassinato de seu companheiro, oficial da reserva da Polícia Militar, a pena de oito anos de reclusão, em regime inicialmente fechado. O crime foi registrado na noite de 22 de maio de 2019, no bairro do Estreito, em Florianópolis.
 
Na oportunidade, a vítima - coronel aposentado - foi encontrada morta no apartamento em que o casal vivia, com cortes no pulso e pescoço. A perícia apontou ainda um traumatismo crânio encefálico, supostamente causado por um golpe na cabeça, desferido com um haltere.
 
A mulher, presa em flagrante, confessou o crime durante audiência de custódia, mas garantiu que agiu em legítima defesa, ao se defender de ataque do então companheiro. Este foi o segundo julgamento a que ela se submeteu. No primeiro, acabou absolvida, em júri posteriormente anulado pelo Tribunal de Justiça, em atenção à recurso interposto pelo Ministério Público.
 
Esta segunda sessão, que teve início às 9 horas da última terça-feira (17/10), só foi encerrada às 5 horas da manhã desta quarta-feira (18/10), após praticamente 20 horas de sessão. Os jurados concluíram pela culpa da mulher, que teve sua pena fixada em oito anos de reclusão em regime fechado. Como aguardou este julgamento em liberdade, a ré poderá recorrer da decisão nesta situação (Autos nº 00076190520198240023).

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS