quinta, 18 de abril de 2024
Educação
21/07/2023 | 18:53

Escola Básica Cívico Militar Melvin Jones realiza 2ª Feira do Conhecimento

A Escola Básica Cívico Militar Melvin Jones, do bairro Cordeiros, promoveu durante esta sexta-feira (21), a 2ª Feira do Conhecimento. Mais de 60 trabalhos, de alunos do 1º ao 9º ano, estiveram em exposição. A mostra envolveu os cerca de 1.500 estudantes da unidade de ensino e foi multidisciplinar, com trabalhos das áreas de ciências, história, língua portuguesa, matemática, inglês, educação física e arte.
 
“A feira do conhecimento é um instrumento pedagógico importante para o desenvolvimento cognitivo e emocional dos alunos, além de ser uma forma de ultrapassar os muros da escola, estabelecendo uma parceria entre a escola e a comunidade, na construção do conhecimento. Nossa primeira edição já foi um sucesso. Essa agora, ainda mais. Que venham as próximas”, disse a diretora adjunta da unidade, Brenda Weber.
 
A turma do 1º ano expôs sobre jogos e brinquedos recreativos, feitos a partir de materiais recicláveis. “Não sabia que dava pra fazer tanta coisa com o material que ia para o lixo”, falou surpresa a estudante Alice Victória da Silva França, de 6 anos.
 
As turmas do 6º ao 9º ano expuseram sobre as práticas alternativas de saúde. Vários trabalhos e cartazes foram apresentados ao longo do dia, com alguns exemplos, como o reiki, shantala, musicoterapia, dança e plantas medicinais. Na prática, os alunos e a professora responsável pela iniciativa levaram uma profissional até a escola, que durante o dia realizou escalda pés e massagens em quem passou pela escola.
 
“Nossa intenção com esse trabalho é mostrar aos alunos que existem caminhos alternativos, além da medicina tradicional. Importante que eles tenham a consciência de que uma mente saudável também contribui para a saúde física. Hoje trouxemos a massoterapeuta Ana Goreti, de forma voluntária, para realizar algumas dessas práticas com eles”, explicou a professora Angélica de Souza Carmo, aplicadora do programa da Educação Socioemocional na Melvin Jones.
 
A mostra ainda reuniu trabalhos sobre a cultura nordestina, alimentação saudável, educação socioemocional, com a presença dos personagens Mila e Professor Corujão. A professora de inglês, Kelly Ribeiro, desenvolveu um trabalho com os alunos do 7º ano, sobre o que eles gostam (like) ou não gostam (deslike) e ficou surpresa com os resultados: “Muitos alunos trouxeram à tona temas como o racismo, o bullying e outras formas de preconceito. Com essa atividade, eles desenvolvem as habilidades do idioma e também questões que levarão para a vida”, frisou a docente.
 
A turma do 7º ano ainda aproveitou o momento para prestar uma homenagem à diretora da unidade de ensino, que há 31 anos se dedica às funções escolares. “Não há palavras para expressar esse carinho. Isso não tem preço e, com certeza, é um combustível para mim, para mais alguns anos de trabalho. Muito legal receber esse reconhecimento em vida”, agradeceu a diretora Maria Aparecida da Silva de Coutinho.
 
Fonte: Secom Itajaí

JORNAL IMPRESSO
12/04/2024
05/04/2024
29/03/2024
22/03/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS