sábado, 15 de junho de 2024
Cultura
30/01/2023 | 19:52

Visita ao Museu Histórico permite imersão e viagem lúdica ao passado

O Palácio Marcos Konder, um dos patrimônios históricos mais importantes de Itajaí, que sedia o Museu Histórico, está aberto à visitação com acervo que permite imersão e uma viagem lúdica à história da cidade. A edificação tem quase 100 anos e possui 17 espaços fragmentados, que trazem temas diferentes, informações e curiosidades históricas. O atendimento ao público ocorre de terça a sexta-feira, das 13h30 às 18h30, e aos sábados, das 9h às 13h, com visitação espontânea e guiada, e ações educativas.
 
Exposições abordam as relações de poder entre armaria e numismática, imigração e relações internacionais. Há ainda espaços da poesia e da arte, que dão visibilidade ao trabalho de autores locais. No hall de entrada, a equipe do Museu faz uma contextualização aos visitantes sobre o Palácio Marcos Konder, sua origem em 1925, enquanto sede dos três poderes da República e como se dava seu funcionamento durante a instalação da Prefeitura, judiciário e Câmara de Vereadores no prédio. Por vezes, também é mencionada a origem do Museu, em 1982, pelo colecionador de objetos antigos, João Amaral Pereira.
 
A área dos primórdios desperta reflexão sobre a seguinte questão: O que havia no território onde hoje é Itajaí, antes de Itajaí? A resposta apresenta-se por meio de um vídeo, um simulador de navegação que usa três projetores dentro de uma pequena sala com alguns bancos, formando um barco, que navega pelas margens do Rio Itajaí-Mirim. Já o espaço destinado a Ocupação do Território aborda o processo de desbravamento das terras pelos colonizadores europeus. A colonização é uma parte importante a ser tratada, pois traz consigo explicações para diversas questões do presente. Há ainda o local que destaca a diversidade étnica e religiosa de Itajaí e um espaço voltado ao rio e ao mar, alicerces culturais e econômicos do município.
 
Crescimento econômico por meio do Porto de Itajaí
Durante a visitação é possível perceber como a fundação do Porto impulsionou o crescimento econômico e Itajaí passou de uma vila de pesquisadores para uma cidade, com fluxo de imigrantes expressivo e caráter pesqueiro e de construção de barcos, além da importação e exportação. Uma maquete do centro da cidade, produzida pelo artista Agê Pinheiro, abre espaço para conversação sobre a construção dos prédios históricos e edifícios tombados.
 
Objetos pessoais de Marcos Konder Reis
Na sala do poeta estão objetos pessoais, móveis do gabinete de estúdio, do escritório, a máquina de escrever, vídeos e fotos de Marcos Konder Reis, poeta itajaiense que completaria 100 anos em dezembro. O autor nasceu em Itajaí em 15 de dezembro de 1922 e faleceu no Rio de Janeiro em 2001. Após sua morte, parte de seus objetos pessoais, acervo de arte, manuscritos, cartas, livros, foram doados à Fundação Genésio Miranda Lins para preservação e estão sob responsabilidade dos departamentos técnicos do Museu e Arquivo Histórico de Itajaí.
 
O Salão Nobre do Museu atrai interesse dos visitantes, tanto por seu visual quanto pela história, mas também por seus espetáculos, que ocorrem às quartas-feiras no projeto “Música no Museu”. As apresentações deste ano serão retomadas em fevereiro.
 
Horário de atendimento e agendamento de grupos
O horário de atendimento ao público é de terça a sexta-feira, das 13h30 às 18h30. Aos sábados, o Museu Histórico está aberto das 9h às 13h. A visitação de grupos acontece nos turnos matutino e vespertino, de terça a sexta-feira, mediante agendamento por e-mail, no seguinte correio eletrônico: museuhistoricoitajai@gmail.com.

JORNAL IMPRESSO
14/06/2024
07/06/2024
31/05/2024
24/05/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS