quinta, 02 de fevereiro de 2023
Saúde
08/11/2022 | 08:34

Secretaria de Saúde alerta a população para a prevenção e combate à surdez

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez será celebrado nesta quinta-feira (10). A data é para conscientizar, educar e prevenir os problemas advindos da perda da audição. São várias as causas da surdez, dentre elas são: genética, uso de certos medicamentos ou drogas, exposição à ruídos, otites, perda auditiva provocada pela idade (presbiacusia), além de causas metabólicas (disfunções glicêmicas), vasculares (hipertensão arterial sistêmica sem controle, isquemia pós acidentes vasculares cerebrais), autoimunes, traumas na cabeça ou face, tumores, entre outros.
 
 
 
Os sintomas mais comuns da perda auditiva são: dificuldade para compreender a fala - “escuta, mas não entende", falar muito alto, aumentar o volume da TV e celular e aparecimento de zumbido. Salienta-se que o atraso no desenvolvimento da fala das crianças pode indicar problemas auditivos. De acordo com a fonoaudióloga, Suzana Cardoso Flores da Silva, as alterações auditivas, necessitam de investigação específica para o diagnóstico e a terapia adequada. As pessoas com queixas e suspeita de deficiência auditiva, independente da sua possível causa, podem se submeter a exames audiológicos (audiometria tonal e vocal e imitanciometria).
 
 
 
“ Os exames são realizados no CIS (Centro Integrado de Saúde), pelo serviço de Fonoaudiologia. Recomenda-se procurar atendimento médico na Unidade Básica de Saúde, para que estes exames sejam solicitados.” Ressalta Suzana. No CIS, os profissionais fazem a avaliação e a terapia fonoaudiológica. Lá também são realizados os exames da avaliação audiológica: audiometria e imitanciometria. E, dependendo do caso, “são feitos os encaminhamentos necessários para tratamento otológico com otorrinolaringologista. ” finaliza a fonoaudióloga.

JORNAL IMPRESSO
27/01/2023
20/01/2023
23/12/2022
16/12/2022

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS