sexta, 23 de fevereiro de 2024
Emprego
30/09/2021 | 16:41

Santa Catarina tem 11 cidades entre as 100 que mais geraram empregos em um ano

As maiores cidades catarinenses aparecem em lugar de destaque nacional quando o assunto é a geração de empregos. São 11 municípios de Santa Catarina entre os 100 que mais criaram vagas formais de trabalho no país no intervalo de um ano. O dado foi divulgado nesta semana pelo Ministério da Economia, por meio do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Outro dado positivo: nenhuma cidade catarinense aparece entre as 100 com pior desempenho.
 
O melhor resultado no Estado é de Joinville. Entre setembro de 2020 e agosto de 2021, a maior cidade catarinense teve um saldo de 22.199 postos de trabalho. Trata-se do 15º lugar do Brasil. Em seguida, aparecem Blumenau (14.372), São José (14.157), Florianópolis (13.514), Itajaí (12.556), Chapecó (8.046), Jaraguá do Sul (6.743), Criciúma (6.580), Palhoça (6.522), Balneário Camboriú (6.105) e Brusque (6.013).
 
Para o governador Carlos Moisés, o resultado representa a competitividade de todas as regiões de Santa Catarina. Em números gerais, o saldo do Estado é de 234.660 postos, o terceiro melhor do Brasil, atrás apenas de São Paulo e Minas Gerais, os mais populosos do país.
 
“Mês após mês, a nossa economia vem dando sinais de uma vigorosa recuperação. Em Santa Catarina, 95,9% dos municípios têm mais contratações do que demissões, o que representa o maior percentual do Brasil. Todos os setores estão contratando, fruto de uma condição fiscal e jurídica diferenciada. Seguiremos trabalhando incansavelmente para atingir resultados cada vez melhores”, diz o governador.
 
Santa Catarina também é o único estado do Brasil onde o número de demissões sem justa causa é menor do que os desligamentos a pedido do empregado. O estado catarinense também tem o menor percentual de vínculos encerrados por óbito do trabalhador. São 0,43% do total de desligamentos nos últimos 12 meses.
 
O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon, atribuiu os resultados positivos à diversificação e ao trabalho conjunto. “Somos um estado pujante com uma economia diversificada, temos vagas abertas em praticamente todos os setores. Dados que colocam a economia catarinense em destaque nacional, acima da média. Muitos desses resultados são consequência de um trabalho em conjunto que fortalece o setor produtivo, atrai novas empresas e incentiva a expansão de outras. Cuidar do emprego e também cuidar da saúde, esta é a receita que mostra que estamos preparados para ter um dos melhores verões da história”, destacou.
 
:: O resultado das cidades catarinenses no top 100 da geração de empregos:
 
Joinville - 15º lugar , com 22.199 vagas
Blumenau - 28º lugar, com 14.372 vagas
São José - 29º lugar, com 14.157 vagas
Florianópolis - 30º lugar, com 13.514 vagas
Itajaí -32º lugar, com 12.556 vagas
Chapecó - 56º lugar, com 8.046 vagas
Jaraguá do Sul - 66º lugar, com 6.743 vagas
Criciúma - 71º lugar, com 6.580 vagas
Palhoça - 75º lugar, com 6.522 vagas
Balneário Camboriú - 82º lugar, com 6.105 vagas
Brusque - 86º lugar, com 6.013 vagas

JORNAL IMPRESSO
23/02/2024
16/02/2024
09/02/2024
02/02/2024

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS