quarta, 22 de setembro de 2021
Polícia
10/04/2021 | 20:01

Quem matou Mariane? Ela já estava morta quando foi jogada no rio com as mãos e pés amarrados?

Embora hajam muitas especulações, a polícia ainda continua investigando a morte de Mariane Kelly dos Santos, 35 anos, cujo corpo foi encontrado ontem, sexta-feira, boiando no rio Itajaí Açu, no lado de Navegantes, perto de barcos de pesca, com os pés e mãos amarados.

Ela havia desaparecido na quinta-feira à noite, por volta das 18h50m, depois de sair da cafeteria  onde trabalhava no supermercado Bisteck da rua Heitor Liberato, em Itajaí. As primeiras informações davam conta que ela havia entrado em um Corsa de cor cinza, que seria de aplicativo Uber.

Essa foi a história que o marido, Jota Ebenezer, e várias pessoas, começaram a compartilhar nas redes sociais na mesma noite de quinta-feira. Pessoas ligadas ao esposo disseram que ele havia afirmado que a mulher sempre ligava para ele quando estava pegando o Uber, na saída do trabalho, avisando que em breve chegaria em casa. Na noite de quinta-feira, isso não aconteceu e ele acionou a polícia. O Boletim de Ocorrência foi registrado na mesma noite.

A polícia ainda não divulgou a "causa mortis" de Mariane, cujo corpo passou por autópsia ainda ontem, sexta-feira.  Nas redes sociais há versões de que ela teria sofrido golpes na cabeça e facadas no abdome. Mas reforçamos, a polícia não divulgou o laudo pericial. O marido de Mariane fez o reconhecimento do corpo logo após ter sido encontrado.

Também há versões de que o Corsa não é de aplicativo Uber, mas sim de uma pessoa que a polícia já teria identificado. Mas essas informações são por enquanto apenas especulações. A polícia ainda está investigando e não divulgou nada.

Independente de quem matou Mariane, o fato é que  o crime foi com requintes de crueldade, pois além da facada no abdome, ela teve os pés e mãos amarrados e foi jogada no rio Itajaí Açu. Só a autópsia pode comprovar se ela já estava morta quando foi jogada na água ou morreu afogada, sem chances de nadar para se salvar.


JORNAL IMPRESSO
17/09/2021
10/09/2021
03/09/2021
27/08/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS