terça, 29 de setembro de 2020
31/07/2020 - 15:13

Governo do Estado muda forma de contratar manutenção da frota e prevê economia de 30%

Os mais de 11,7 mil veículos que compõem a frota do Estado, entre terrestres, aquáticos e aéreos, terão uma nova forma de receber manutenção preventiva ou corretiva. Os custos anuais com oficinas para manter os veículos são de aproximadamente R$ 16,6 milhões. Com a mudança na contratação, a economia anual pode chegar a R$ 5 milhões, ou seja, 30% a menos para o mesmo tipo de serviço, além de mais transparência e controle nas contrações.

?Desde o início desta gestão assumimos o compromisso com a economicidade e esse é mais um bom exemplo. Ao mesmo tempo em que avançamos no combate ao desperdício de dinheiro público, estamos conseguindo investir cada vez mais com recursos próprios. Tudo que é poupado volta para a população em forma de serviços com mais qualidade?, destaca o governador Carlos Moisés.

 A diretora de Gestão de Licitações e Contratos da Secretaria de Estado da Administração (SEA), Karen Bayestorff, explica que o modelo adotado é semelhante ao da contratação dos combustíveis. ?Abandonamos os mais de 100 contratos que o Estado mantinha com as inúmeras oficinas, para a contratação de uma única empresa, responsável por credenciar as oficinas prestadoras do serviço, apontando os orçamentos mais baratos e ainda concedendo um desconto sobre o preço final?, disse.

O controle sobre os gastos também se tornará mais preciso. ?Com base nas informações técnicas dos relatórios gerenciais, o Estado pode adotar políticas de reposição de frota, considerando a viabilidade, o tempo de uso e a recorrência de manutenções que os veículos exigem?, afirma o secretário da Administração, Jorge Eduardo Tasca.

Como vai funcionar o novo sistema

?A partir da consolidação do novo modelo, os gestores diretos das frotas vão apontar no sistema a necessidade de manutenção, especificando o tipo de veículo e qual serviço a ser executado. O sistema disponibilizado pela empresa contratada vai apresentar os orçamentos das oficinas credenciadas e as condições do serviço, gerando economia e facilidades para todos?, diz o coordenador da Gerência de Transportes da SEA, Aarão Schmitz.

Os veículos e equipamentos motorizados operam a serviço da população nos 295 municípios catarinenses, nas diversas áreas de atuação do Estado, como Saúde, Educação, Segurança Pública, com atuação das polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, entre outras.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros