sábado, 19 de junho de 2021
Geral
07/03/2012 | 10:14

Exposição com arte tecnológica chega à Galeria Municipal

A Galeria Municipal de Arte, anexa à Fundação Cultural de Itajaí (FCI), recebe nesta sexta-feira (09), às 19 horas, a abertura da exposição de arte tecnológica “Espectador em Trânsito”. A mostra, que reúne seis videoinstalações dos artistas André Parente, Luciano Mariussi, Gisela Mota e Leandro Lima, está sendo viabilizada pelo SESC de Itajaí e Casa da Cultura Dide Brandão, com o apoio da Univali.

Para a produção das videoinstalações, os artistas utilizaram materiais variáveis dos novos meios de produção imagética, como a fotografia, o cinema, o vídeo e as interfaces interativas, que têm sido denominados de artemídia ou arte tecnológica. As obras podem ser conferidas até o dia 30 de março.

A mostra, além de estimular a participação do visitante, possibilita que ele se conecte de forma inusitada com os próprios sentidos. Portanto, o espectador deixa de ter a visão tradicional de mero receptor de conteúdos da arte e passa a ser considerado “em trânsito”, móvel e dinâmico, tornando-se coautor, parte fundamental de cada trabalho.

As obras
Luciano Augusto Mariussi, do Paraná, tem experiência na área de artes com ênfase em gravura, atuando principalmente no tema videoinstalação. Ele apresentará dois trabalhos. Um deles é "Entre", composto por quatro projeções de vídeo de pessoas em tamanho natural, utilizam uma linguagem agressiva e preconceituosa, interagindo com os visitantes. Já a segunda obra, "S/ Título", consiste em cinco vídeos distribuídos pela sala de exposição, exibindo textos, depoimentos e críticas.

Gisela Motta e Leandro Lima irão apresentar duas obras, sendo que uma delas é o "O Beijo". São dois vídeos feitos separadamente por cada um dos artistas, projetados sobre paredes que formam uma quina de 90 graus, de modo que o espectador não pode ter uma visão frontal dos dois vídeos ao mesmo tempo. O único contato entre as imagens é um líquido que corre horizontalmente. Já o trabalho "Passei-o" aborda o tempo e a vida, representadas pela passagem rápida e quase imperceptível de um trem, que é retratado sob a forma de várias imagens.

André Parente, doutor em comunicação pela Universidade de Paris VIII e fundador do Núcleo de Tecnologia da Imagem (N-imagem), na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), apresentará duas videoinstalações. Uma delas é "Entre-Margens", que busca representar, por meio de paisagens visuais e sonoras, a condição intermediária e virtual expressa no conto "A Terceira Margem do Rio", de Guimarães Rosa. O outro trabalho de André Parente é "Estereoscopia", outra instalação.


JORNAL IMPRESSO
18/06/2021
11/06/2021
04/06/2021
28/05/2021

PUBLICIDADE
+ VISUALIZADAS