sábado, 18 de novembro de 2017
18/09/2012 - 15:05

CREAS convida para atividades alusivas ao Dia Estadual de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

 

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), de Balneário Camboriú, por meio da Secretaria de Desenvolvimento e Inclusão Social, realiza nos dias 17, 18 , 19, 24, 25 e 26 de setembro, uma importante programação alusiva ao Dia Estadual pelo fim da Violência Sexual Infanto Juvenil, comemorado no dia 24 de setembro em todo o estado catarinense.

 

Vale lembrar que o CREAS desde 2009 atua na prevenção primária tangente ao combate ao abuso e exploração sexual infanto juvenil, até porque trata-se de Unidade Pública Estatal Especializada, que no ano passado foi reconhecida sua implementação por previsão em Lei Federal n° 12.435/2011 - integrante do Sistema Único de Assistência Social/SUAS, enquanto Proteção Social Especial de Média Complexidade - atendimento a indivíduos e famílias em situação de violação de direitos.

 

Neste mês de setembro serão contempladas seis instituições de ensino do município, com a apresentação da Peça teatral "Vim ver Maria", do Grupo de Teatro "Soarte" – Ourinhos/SP.

 

Confira a programação:

 

17/09 - Univali - 10h - 19h30

(5ª avenida, 1100 – Municípios)

 

18/09 - Energia - 10h - 16h

(Rua 1500 - final da rua)

 

19/09 - Professor Laureano Pacheco - 9h - 15h

(Rua Julieta Lins, 685 – Pioneiros )

 

24/09 - Estadual João Goulart - 10h - 16h

(Rua 1500, 640 – Centro)

 

25/09 - Professor Francisco Alves Gevaerd (Rua Nagib Correia, 55 - Barra) 10h - 16h

 

26/09 - Professora Maria da Glória Pereira 10h - 16h

Rua 3450, 367 – Centro)

 

 

O CREAS, seguirá afixando nos bairros de Balneário Camboriú os cartazes pertinentes a campanha lançada no dia 18 de maio - Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes "Não é conto de fadas. É exploração sexual! Não permita o começo desta história, porque o final não é feliz..."

A afixação é voltada para todos os espaços públicos, sejam estatais,

comerciais, com o intuito de lembrar que esse crime existe, acontece, e compete ao adulto, ao responsável pelas crianças e adolescentes impedir e protegê-los desta violência.

 

Por final, será entregue material informativo em todas as escolas da rede pública municipal, particular e estadual de ensino orientando as crianças e adolescentes para que se alguém tocá-los, ou mesmo tentar, de forma em

que estes possam sentir-se confusos, assustados, machucados, bravos,

envergonhados, falem sobre o que aconteceu com um adulto de sua confiança.

Quinta, 16 de novembro de 2017
NOTA DE PESAR- ALINE KARINA GONÇALVES
Quinta, 16 de novembro de 2017
Gasolina comum está mais cara em novembro
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros