domingo, 29 de novembro de 2020
GERAL
24/10/2020 | 10:00

Coronavírus: Veja como será o plano de contingência para o retorno das aulas presenciais em Itajaí

A Secretaria de Educação de Itajaí lançou nesta sexta-feira (23) o Plano Municipal de Contingência da Educação para a prevenção, monitoramento e controle do coronavírus (COVID-19) nas unidades escolares, aprovado pelo Governo do Estado. O documento, que vale para os diferentes níveis de ensino da rede pública e privada, define estratégias, ações e medidas preventivas para o retorno das aulas presenciais.

Quando retornam as aulas na rede municipal?
Em Itajaí, está sendo definida a data para o retorno das aulas na rede municipal de ensino. O retorno deverá ser gradual e escalonado, conforme determina a Portaria Conjunta nº 778/2020 da Secretaria de Estado de Educação e Secretaria de Estado de Saúde.

E as aulas na rede privada?
Para ser autorizada a retomar as atividades, cada unidade escolar instalada em Itajaí precisa elaborar o seu próprio Plano de Contingência Escolar, que deverá respeitar as diretrizes do Plano Municipal e a Resolução n° 001 do Comitê Municipal de Gerenciamento da Pandemia de COVID-19 ? grupo que também aprovará o documento.

O documento deve levar em conta a estrutura da escola, corpo docente e administrativo, modalidades e níveis de ensino, quantidade de alunos, entre outras especificidades, com ações e medidas preventivas que também contemplem as famílias dos estudantes (acesse os documentos completos no fim da página).

O que diz o Plano Municipal?
O Plano Municipal de Contingência da Educação foi elaborado pelo Comitê que reúne membros da Secretaria de Educação, Secretaria de Saúde, Defesa Civil, Conselho Municipal de Educação (COMED), representante das escolas privadas, sindicato da categoria, entre outras entidades. As diretrizes pedagógicas e sanitárias seguem normas estabelecidas pelo Governo do Estado de Santa Catarina.

De acordo com o documento, aplicável a todas as unidades escolares de Itajaí ? municipais, estaduais e privadas ?, as escolas deverão cumprir medidas de higiene pessoal (uso de máscaras, álcool gel 70%, etiqueta da tosse e distanciamento social) e medidas de higienização e sanitização de materiais didáticos e de ambientes.

O Plano de Contingência Escolar também contempla medidas para a identificação e condução de casos suspeitos ou confirmados de COVID-19 entre alunos, professores e funcionários. 

Compartilhar
JORNAL