sexta, 07 de agosto de 2020
07/07/2020 - 13:15

Produtos da cesta básica têm variação acima de 200%

Procon indica que consumidores realizem a pesquisa de preços antes da compra

A Procuradoria do Consumidor (Procon) de Itajaí visitou oito estabelecimentos para a pesquisa de preços dos 36 produtos que compõem a cesta básica. Os números revelam quatro itens com variação entre 201 e 283%, além de outros 10 produtos com diferenças de preço entre os estabelecimentos com percentual acima de 100%. Os fiscais do órgão municipal estiveram nos mercados da cidade entre a última quarta (01) e quinta-feira (02).

O quilo do sabão em pó (283%), da banana (256%) e do frango inteiro (212%) são os produtos com maior diferença nos preços para o consumidor. A caixa de sabão em pó pode custar R$ 2,55 no estabelecimento de menor preço ou até R$ 9,79 no de maior valor. Um único produto pode fazer o valor final da compra no supermercado custar até R$ 7,00 a mais. Ao final, os fiscais do Procon encontraram uma diferença de 70% (R$ 124,79) entre a cesta básica com os produtos de menor valor e os produtos com os maiores preços.

Farinha de arroz, margarina, macarrão, achocolatado em pó, café moído, batata lavada, água sanitária, detergente, sabão em barra, sabonete e papel higiênico também tiveram diferenciação nos preços entre 100 e 201%. A menor variação de preços no mês de julho foi do pão francês, percentual abaixo de 1% e diferença de R$ 0,09 no bolso do consumidor.

O Procon de Itajaí orienta os cidadãos para a importância da pesquisa de preços como ferramenta mais eficaz para economizar. É importante destacar a variação de preços conforme a quantidade de produtos nos mercados atacadistas. O consumidor precisa ficar atento também com a data de validade dos produtos, principalmente daqueles oferecidos com preços promocionais, para não correr o risco de comprar alimentos em grande quantidade e não conseguir consumi-los dentro da validade.

A Procuradoria do Consumidor de Itajaí realiza todos os meses as pesquisas dos itens da cesta básica e dos combustíveis com o intuito de averiguar possíveis irregularidades e informar as variações dos preços. Neste mês de julho, 14 itens foram incluídos na pesquisa da cesta básica o que impede a comparação dos valores finais com o mês anterior. Também devido ao novo formato, não foi realizada a pesquisa das grandes marcas.

O Procon também realiza pesquisas sazonais como de material escolar, páscoa e natal. O órgão municipal atende das 12h às 18h na avenida Joca Brandão, 655, Centro e pelo telefone (47)3348-6906 para orientar os consumidores e receber denúncias.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros