domingo, 12 de julho de 2020
29/05/2020 - 13:56

SAÚDE DIGESTIVA DOS GATOS: POR QUE É TÃO IMPORTANTE FICAR ATENTO?

Dia 29 de maio é celebrado o Dia Mundial da Saúde Digestiva. Saiba como manter o trato digestivo do gato saudável e como isso pode ajudar a melhorar muitos aspectos de seu bem-estar.]

O gato é um animal com muitas particularidades. Dentre elas, está o fato de passarem até 30% do tempo se lambendo, e outra boa parte do tempo dormindo. A falta de atividade, associada a alterações do metabolismo após a castração, acabam aumentando o risco de se tornarem obesos. Associado ao sedentarismo e até a obesidade, pode aparecer uma redução da atividade do trato digestivo. O comportamento glutão também é um fator de atenção. Não raramente alguns gatos se alimentam muito rápido ocasionando regurgitações e/ou alterações na capacidade de digestão do alimento. A Médica-Veterinária Natália Lopes, Gerente de Comunicação Científica da Royal Canin Brasil, explica que é fundamental conhecer bem o seu felino e a melhor nutrição para suas necessidades.


CONHECENDO O SISTEMA DIGESTIVO  

No organismo, o responsável por digerir os alimentos e absorver os nutrientes é o sistema digestivo. Ele abriga a chamada microbiota, composta por microrganismos, como bactérias ?benéficas?, que contribuem para a saúde digestiva através da fermentação e produção de nutrientes que irão ?alimentar? as próprias células intestinais, promovendo a saúde geral, além de estimular alguns fatores e células do sistema imunológico.

?Isso significa que um gato com um sistema digestivo saudável, além de ter um melhor aproveitamento dos nutrientes que recebe através da alimentação, também pode ter um reforço da imunidade que o torna mais resistente às condições digestivas adversas?, explica Natália.  
 

SINAIS DE PROBLEMAS

Os gatos podem apresentar sinais de que algo está errado. Dentre os principais sintomas para que o tutor possa ficar atento estão a perda do apetite, regurgitação ou vômitos, mau hálito, diarreia ou constipação, esforço para se alimentar, perda de peso e abdômen dolorido.

Os tricobenzoares, popularmente conhecidos como bolas de pelos, também podem ser um problema digestivo comum entre gatos, ?especialmente gatos que vivam em ambientes internos ou tenham um estilo de vida sedentário, porque lambedura é uma das suas principais atividades?, conta a Médica-Veterinária. Se o gato estiver sofrendo com formação de bolas de pelos, você notará que eles podem ter dificuldade para engolir e frequentemente regurgitam o alimento ingerido, misturado à saliva e um emaranhado de pelos. Natália dá a dica: ?o tutor pode ajudar removendo o excesso de pelo com a escovação e oferecendo um alimento que tenha a quantidade e mix certos de fibra. Isso pode ajudar a eliminar o pelo ingerido através das fezes, de maneira que ele não fique acumulado no trato digestivo formando os tricobenzoares?.

Inflamações e infecções de diversas causas, que porventura afetem um ou vários dos órgãos no sistema digestivo do gato, gerarão desconforto e irritação digestiva. ?Se estiver acometido por alguma doença, o gato mostrará sintomas como vômitos crônicos e diarreia, perda de peso e mudanças de apetite, talvez até mesmo um apetite voraz à medida que o gato tenta obter os nutrientes de que precisa e que estão sendo perdidos?, conta.

Se o tutor detectar algum desses sintomas no gato, é importante visitar seu Médico-Veterinário assim que possível para que ele identifique a causa e o tratamento provável.

O PAPEL DA NUTRIÇÃO

A quantidade de alimento, formato do croquete, frequência de alimentação e composição da dieta são importantes fatores que influenciam a função gastrintestinal. Os gatos têm uma necessidade alta de proteína, maior do que a de cães e humanos, que é usada, entre tantas outras funções, para regenerar células do corpo, incluindo garras, anticorpos e pelagem. Nessa ingestão de proteínas, eles precisam de 11 aminoácidos essenciais, tais como a taurina, sem a qual os felinos podem sofrer degeneração da retina e problemas cardíacos.

Já a gordura é uma parte de energia densa da dieta que pode contribuir à saúde em geral dos gatos. ?Por exemplo, o gato precisa de ácidos graxos específicos para manter a barreira cutânea eficaz e para garantir a absorção das vitaminas lipossolúveis??, explica a médica-veterinária.

A fibra também é um dos componentes-chave na dieta do felino que ajuda a dar suporte à saúde intestinal. ?As fibras são benéficas para o trânsito intestinal, que deve ser lento o suficiente para permitir a absorção de nutrientes, mas não muito lento a ponto de provocar constipação. Algumas fibras são conhecidas como prebióticos, por promoverem a colonização e saúde da microbiota. Um alimento manufaturado nutricionalmente completo terá o equilíbrio ideal dessas fibras para manter a saúde gastrointestinal?, aponta Natália.

O trato digestivo do um felino é um sistema sensível e complexo que precisa do cuidado certo para se manter saudável e eficaz. Sempre consulte um médico-veterinário de sua confiança para saber a melhor maneira de dar suporte ao bem-estar digestivo do seu gato.

 

Sobre a ROYAL CANIN®

A multinacional Royal Canin, uma das maiores fabricantes do mundo de alimentos de alta qualidade nutricional para gatos e cães, celebra 50 anos em 2018. Com 16 fábricas no mundo e presente em 92 países, a marca considera sempre o gato e o cão em primeiro lugar e tem sua história focada no conhecimento e respeito por estes animais.

Em 2002, passou a fazer parte da Mars, Incorporated, líder mundial em alimentos para animais de estimação. A unidade brasileira da Royal Canin está instalada em Descalvado, interior de São Paulo, desde 1990. No mercado brasileiro, a marca disponibiliza mais de 150 alimentos, incluindo produtos específicos para raças, portes, idades, estilos de vida, necessidades específicas, cuidados especiais e auxiliares no tratamento de algumas doenças. Os produtos estão disponíveis em canais especializados, entre os quais, clínicas veterinárias e pet shops, em mais de 15 mil pontos de vendas no Brasil.

Terça, 07 de julho de 2020
Gravatá vai ganhar Policlínica
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros