sexta, 21 de fevereiro de 2020
19/08/2019 - 17:10

Porto de Itajaí cresceu 3% na movimentação de cargas

Números são referentes ao mês de julho e refletem o período estável no terminal

O Porto de Itajaí continua seguindo seu ótimo desempenho e retomada no mercado portuário nacional. Prova disso são os números positivos divulgados a cada mês quando comparados com o mesmo período do ano anterior, 2018.

Em comparação com o mês de julho de 2018 e julho deste ano, a APM Terminals (arrendatária dos berços 1 e 2 do Porto de Itajaí), junto ao cais público, registraram um crescimento de10% na movimentação em TEU?s, aumentando de 36.190 para 39.813 contêineres (Twenty-Foot Equivalent Unit ? unidade internacional equivalente a um contêiner de 20 pés).

Com base na movimentação em toneladas, o número também foi positivo, passando de 407.164 para 419.295 - destacando um aumento estável de3% na soma geral de cargas.  Quanto aos números de embarcações atracadas na margem direita do Rio, cinco navios a mais atracaram passando de 34 para 39, resultando um aumento de 15%.

Já na comparação com o Complexo Portuário, os números também são estáveis, porém relevantes na escala de estatísticas de julho deste ano. Na quantidade de contêineres de 20 pés, o aumento foi de 1% em relação ao mesmo período de 2018 (97.142 para 98.047 TEU?s).

Nas atracações, o crescimento foi de 8% com 91 navios atracados. A movimentação em toneladas sofreu uma leve quedade -4%, o que ainda pode ser considerada uma variação estável dentro do segundo semestre.

?O comportamento do mês de julho segue o padrão do restante do ano onde todos os meses de 2019 até o momento estão sendo registrados com números superiores aos meses de 2018. Em termos práticos para a Superintendência do Porto de Itajaí, a tendência de movimentação de cargas tem se mantido dentro de um patamar constante onde aparentamos competir com nós mesmos, ou seja: de superar mês a mês aqueles resultados que já estão sendo maiores que o ano passado?, observa Héder Cassiano Moritz ? Técnico em Nível Superior da Superintendência do Porto de Itajaí.

COMPARATIVO DOS PRINCIPAIS PRODUTOS (US$/FOB).

EXPORTAÇÃO:

Em comparação MÊS/ANO dos principais produtos exportados no Complexo Portuário de Itajaí no mês de julho, destacam-se: Mecânicos e Eletrônicos com 64,8%, Papel e Derivados com o aumento de 52,2%, Maçãs com 51,2%, Plásticos e Borrachas 39,8%, Cerâmicas e Vidros com 37,1%, Carnes 34,7% e Têxteis e Diversos com 19,1% - As demais mercadorias como Fumo, Pescados, Produtos Químicos, Madeiras e Derivados e Frango registraram quedas numa média de 31%.

IMPORTAÇÃO:

No quesito de principais produtos importados pelo Complexo Portuário de Itajaí no mês de julho, as mercadorias que mais se destacam são: Madeiras e Derivados com 41,1%, Cerâmica e Vidros 36,9%, Papel e Derivados 31,3%, Pescados 27,3%, Alimentos em geral 14,4%, Mecânicos e Eletrônicos 9%, Plástico e Borrachas 8,2%. As mercadorias de Produtos Químicos, Têxteis e diversos, Veículos entre outros produtos registraram uma queda média de 14,6%.

?O Porto de Itajaí é motivo de grande orgulho e satisfação para nós itajaienses. Em pouco mais de dois anos recuperamos seu prestígio, trouxemos novas linhas e aumentamos consideravelmente a movimentação de cargas, de contêineres e navios. Já estamos com nossos quatro berços disponíveis para as operações e com isso destacando cada vez mais a economia de Itajaí no mercado portuário de Santa Catarina e do Brasil?, afirmou o Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

Participação de Itajaí na Corrente Comercial Estadual e Nacional:

Em termos de Receita Cambial, a participação do Complexo Portuário de Itajaí no mês de julho de 2019, na corrente de comércio do Estado de Santa Catarina foi de 61,6% e no Brasil 3,5%.

OSuperintendente do Porto de Itajaí,Fábio da Veiga, destaca a eficiência dos números apresentados até o momento e analisa as projeções para os próximos quatro meses deste semestre com ênfase nas melhorias que estão para acontecer em breve:

?A cada mês estamos nos superando e isso reflete na produtividade e aumento da economia não só do Porto de Itajaí, mas de toda a cidade e principalmente da classe dos trabalhadores portuários. Certamente, após encerrada a primeira etapa das obras da Bacia de Evolução, os números tendem a aumentar ainda mais, pois estaremos aptos a receber navios acima de 336 metros de comprimento, o que por si, já incrementa no aumento de cargas e movimentações de contêineres. Destaco ainda a importância dos serviços de manutenção de dragagem pois hoje o Porto de Itajaí é um dos maiores portos do Brasil em movimentação de cargas e para isso se manter, necessário a vinda de grandes embarcações onde nossa eficiência nas operações já é comprovada?, analisa Fábio.

LIMITAÇÕES OPERACIONAIS:

O Complexo Portuário de Itajaí registrou no mês de julho aproximadamente 40 horas de impraticabilidade da barra devido a fortes nevoeiros e em razões de condições climáticas como fortes ventos e correntezas, sendo uma das maiores limitações registradas no ano devido a estação de inverno, o que ocasionou no cancelamento e remanejamento de uma escala por conveniência do armador.

TUPs ? Terminais de Uso Privado do Complexo Portuário de Itajaí:

Os demais terminais demonstraram desempenhos favoráveis no mês de julho de 2019.

No Terminal PORTONAVE, em Navegantes, a movimentação realizada em julho foi de 49 escalas, elevando a movimentação acumulada do ano para 295 naviosatracados registrando-se uma queda de5% em relação ao mesmo período do ano anterior, que totalizou 309 navios atracados. Em julho foram movimentados 58.234 contêineres (TEU ?s) observando uma queda de 4em relação a 2018. No total de cargas movimentadas em julho, o registro foi de 649.449toneladas operadas na margem esquerda do rio.

TEPORTI: duas escalas registradas com 9.672 toneladas movimentadas elevando a movimentação acumulada do ano para 18 escalas com 89.540 toneladas, destacando um aumento no comparativo de movimentação anual em 72%.

POLY TERMINAIS: registrou uma escala com 5.356 toneladas elevando a movimentação acumulada do ano para 7 escalas com 34.356 toneladas, verificando-se um crescimento de 115% na movimentação de cargas em relação ao mês de julho do ano anterior.

Os terminais da BRASKARNETROCADEIRO e TERMINAL BARRA DO RIOnão tiveram registros de embarcações atracadas durante o mês de julho.

Operações Roll On Roll Off:

No mês de julho foram realizadas duas atracações de navios Roll On Roll Off (EUPHRATES HIGHWAYGENERAL SAN MARTIN), registrando o desembarque de 1974 veículos no berço 3 do Porto de Itajaí totalizando até então a marca de 29.038 unidades com 24 atracações deste sistema de operações de cargas.

Obs: O relatório completo de estatísticas referente ao mês de julho de 2019 pode ser conferido no link abaixo:

http://www.portoitajai.com.br/novo/estatisticas/206/Estat%C3%ADstica%20de%20Julho%20de%202019

Sexta, 21 de fevereiro de 2020
Dada a largada para o Carnaval de BC
Sexta, 21 de fevereiro de 2020
Nelson Abrão se filia no Progressistas
Sexta, 21 de fevereiro de 2020
MS Marina atraca no Porto do Rio Grande
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros