sexta, 06 de dezembro de 2019
18/07/2019 - 16:19

Professora da rede pública estadual de Santa Catarina é vencedora do Prêmio Educador Nota 10

Mostrar que a matemática faz parte do cotidiano do aluno foi o objetivo do projeto da professora da rede pública estadual, Jussara Cristina Schmitz, uma dos 10 vencedores do Prêmio Educador Nota 10. O prêmio é um dos mais reconhecidos pelos educadores do país, com 4.876 mil inscritos nesta edição, de escolas públicas e privadas, em 17 estados.

Jussara é professora há 20 anos e conta que deixar o conteúdo mais atrativo e trabalhar projetos que despertem o interesse das crianças é uma prática que ela adota desde que iniciou na educação. ?Eu acredito numa matemática significativa, próxima da prática, que possa ser vivenciada pelos alunos no seu dia a dia, fazendo com que eles se interessem pela matéria, aplicando na vida o que aprendem em sala de aula?, contou ela.

A professora diz que sempre foi incentivada e elogiada por colegas e gestores pelo diferencial do seu trabalho nas escolas por onde passou, mas esta foi a primeira vez que se inscreveu para concorrer a um prêmio. 

?Eu dedico esse prêmio aos meus alunos, pois é por eles que desenvolvo um trabalho diferenciado, com muito amor e dedicação. Também estou muito feliz por representar minha escola, minha cidade e meu Estado?, disse emocionada.

Para o diretor da escola, Edson Torresani, que falou em nome de toda a comunidade escolar, é um orgulho receber esse prêmio, pois ele representa o esforço dos professores na educação do país. ?Mesmo com tantas dificuldades, muitos professores fazem um belo trabalho que nem sempre é valorizado. O Educador Nota 10 é a valorização desse professor?.

Costurando a Matemática

O projeto Costurando a Matemática foi desenvolvido em duas turmas do 4º ano Ensino Fundamental da Escola de Educação Básica Frei Godofredo, em Gaspar. Para conhecê-las melhor, Jussara enviou um questionário para casa para que os pais apresentassem os filhos. 

Os dados obtidos serviram de referência para a produção e leitura de tabelas e gráficos em sala de aula. Não demorou para todos perceberem que em 60% das famílias havia costureiras. Em seguida, os alunos passaram a entrevistar suas mães e avós em facções de costura próximas da escola. A finalidade era saber quantas roupas produziam por dia, a média de horas de trabalho, o valor recebido por peça e os gastos com linha e energia, por exemplo. 

Com os dados coletados nestas visitas, a professora organizou aulas para que a turma aprendesse sobre estatística, medidas, problemas das quatro operações, sistema monetário, porcentagens, frações, entre outros. A interação social promovida por Jussara fez as crianças valorizarem, ao mesmo tempo, o ofício das costureiras e a riqueza do conhecimento matemático presente no seu dia a dia.

Conheça os demais vencedores desta edição aqui.

Sexta, 06 de dezembro de 2019
Vagas de emprego no Sine Itajai
Sexta, 06 de dezembro de 2019
PM prende homem por furto em BC
Sexta, 06 de dezembro de 2019
Vagas de empregos no SINE Itajaí
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Novo presidente
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Orçamento
Quinta, 05 de dezembro de 2019
Previdência, só em 2020
Quinta, 05 de dezembro de 2019
PM prende homem por tráfico de drogas em BC
Quinta, 05 de dezembro de 2019
PM prende homem por tráfico de drogas em BC
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros