segunda, 22 de julho de 2019
18/06/2019 - 10:27

Inauguração do berço 4 garante plena operação para o Porto de Itajaí

Solenidade ocorreu nesta segunda-feira (17) com a presença de autoridades

O Porto de Itajaí recuperou sua capacidade plena de operação nesta segunda-feira (17) com a inauguração do berço 4. Após mais de uma década, as obras de reforço e realinhamento foram concluídas e vão permitir que o Porto receba até quatro navios ao mesmo tempo. O investimento federal de R$ 161 milhões garantirá maior competitividade para geração de emprego e renda no município.

Primeiro do país na movimentação de congelados e o segundo na movimentação de contêineres, o Porto de Itajaí movimenta 5% da balança comercial do Brasil e mais de 70% da balança comercial de Santa Catarina. Para o prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni, a conclusão das obras coloca o município em uma nova etapa de crescimento.

?A importância deste Porto está mais que comprovada, tudo que se investe aqui tem resultados positivos. Com a inauguração do berço 4, o Porto está na sua plenitude, com a dragagem do canal feita, com a dragagem de manutenção contratada e com outras obras já em andamento, que colocam o nosso porto num momento muito privilegiado?, destaca o prefeito.

Volnei ainda mencionou que em breve a área primaria do porto será ampliada em 40%. O investimento municipal será feito com recursos da compra do terreno do Centro Integrado de Saúde (CIS), que pertencia à União. Outros R$ 5 milhões também foram investidos em equipamentos que irão tornar o Porto de Itajaí um dos mais modernos do país.

?A plenitude de atendimento se reflete em competitividade, porque aumentamos o número de embarcações que podem ser recebidas ao mesmo tempo e a atividade portuária, que está em 25 mil contêineres por mês. Com os berços prontos prevemos aumentar ainda mais essa movimentação?, pontua o superintendente do Porto de Itajaí, Fábio da Veiga.

O cais do Porto de Itajaí foi afetado pela enchente de 2008 e precisou receber diversas obras de reconstrução, adequação e reforço. Os berços 3 e 4 foram os últimos a serem concluídos ? as obras chegaram a ser paralisadas pela empresa responsável em 2016, sendo retomadas apenas em julho de 2017. Com a finalização, o cais passa a ter 1.047 metros de extensão para receber até quatro navios simultâneos.

Plano de concessões

Durante a cerimônia, o Ministério da Infraestrutura anunciou a inclusão do Porto de Itajaí no plano de concessões prioritárias do Governo Federal, o que irá viabilizar novos investimentos. A intenção é que se discutam em conjunto os termos de uma nova licitação internacional, na qual os encargos para a empresa vencedora irão definir o tempo de concessão.

?O Porto de Itajaí é a bola da vez, vamos prever recursos para se somar a essas obras. É prioridade do governo e vai figurar no sistema de concessões?, garantiu o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Freitas.

Bacia de Evolução

A draga que concluirá a primeira etapa da Bacia de Evolução foi outro destaque da inauguração. Atracado em frente ao berço 4, o equipamento impressionou os presentes e, em breve, vai retomar os trabalhos para conclusão da obra. O aditivo de R$ 40 milhões que permitiu a finalização da primeira etapa da bacia será custeado pelo Município de Itajaí.

Quando for concluída, a Bacia de Evolução vai permitir que a cidade receba navios de até 400 metros de comprimento.

anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros