terça, 29 de setembro de 2020
06/06/2010 - 00:00
FOTOS: BASILIO RUY (OAKLEY)

Caio Ibelli campeão brasileiro Sub-20 no Oakley Pro Junior 2010

Paulista faturou o título na final com o baiano Marco Fernandez na Praia do Campeche

 

            O paulista Caio Ibelli, 17 anos, é o primeiro campeão brasileiro profissional da temporada 2010. Ele faturou o título Sub-20 na final do Oakley Pro Junior com o baiano Marco Fernandez nas ondas do Riozinho na Praia do Campeche, que recebeu o último dia da competição iniciada terça-feira na Praia da Joaquina. Com um aéreo muito alto logo na primeira onda que surfou na bateria decisiva, Caio Ibelli já largou com uma nota 8,33 e depois somou um 7,00 para confirmar a vitória por 15,33 x 12,17 pontos. O campeão também já garantiu a primeira classificação para a Divisão Principal do Circuito Brasileiro Profissional do ano que vem. O capixaba Krystian Kymmerson e o pernambucano Ian Gouveia ficaram em terceiro lugar nas semifinais.

 

            ?Estou muito feliz só de estar competindo neste lugar maravilhoso, com altas ondas. Arrisquei tudo na minha primeira onda, pois sabia que o Marco (Fernandez) vinha surfando muito bem o evento todo, então eu tinha que começar bem para deixar a pressão da virada pra ele?, contou Caio Ibelli, sobre o aéreo nota 8,33 da sua primeira participação na grande final do Oakley Pro Junior 2010. ?Eu vim para cá focado neste título e também estou amarradão por já garantir vaga na elite do surfe brasileiro, pois estava atrás disso na Divisão de Acesso e agora posso ficar mais tranqüilo por já ter confirmado meu nome no Brasil Surf Pro de 2011?.

 

            Depois de uma semana de mar difícil na Praia da Joaquina, o Oakley Pro Junior foi encerrado com chave-de-ouro no cenário paradisíaco do Riozinho do Campeche, onde direitas perfeitas entravam sem parar para o delírio dos oito finalistas. O baiano Marco Fernandez começou bem contra o catarinense Santiago Muniz no primeiro duelo das quartas de final, vencendo a bateria com o maior placar do dia, 16,33 pontos. Depois passou pelo capixaba Krystian Kymmerson, mas não conseguiu achar boas ondas na grande final.

 

?Eu queria o título, mas o segundo lugar também foi bom. Fiz minha primeira final no ano, pena que não achei as ondas na bateria que eu mais precisava delas, mas tudo bem. O Caio (Ibelli) abriu a bateria com tudo, com um 8,33, aí eu fiquei um pouco inseguro, errando as manobras. No final ainda fiz umas notinhas, mas não foi nada demais e a vitória do Caio foi merecida mesmo, quebrou na final?, admitiu Fernandez, que levou 4.000 Reais pelo vice-campeonato no Oakley Pro Junior 2010.

 

Os dois finalistas também ganharam um prêmio extra da Oakley, uma viagem com tudo pago para fazer uma matéria para a Revista Fluir e para o site Waves.Terra em algum país da América Central. Já os semifinalistas Krystian Kymmerson e Ian Gouveia receberam 2.300 Reais pelo terceiro lugar. Para chegar ao título, que valeu 9.000 Reais, Caio passou por dois surfistas que moram na Praia do Campeche e sempre treinam no Riozinho. E foram dois filhos de surfistas famosos. A primeira vítima foi Pedro Husadel, filho de David Husadel. A outra foi Ian Gouveia, filho de Fábio Gouveia, que há muitos anos mora em Florianópolis.

 

?É a primeira vez que eu participo do Oakley Pro Junior e estou amarradão pelo terceiro lugar. Eu sempre treino aqui, fiquei feliz que o evento mudou pra cá, conheço bastante essa onda e pena que eu não consegui achar as boas pra passar pra final?, lamentou Ian Gouveia. ?Mas foi show o resultado também, o terceiro lugar é bom, até porque foi a primeira vez que eu disputei esse campeonato e terei mais pela frente?.

 

O capixaba Krystian Kymmerson foi outro surfista que se destacou durante todo o Oakley Pro Junior, inclusive despachando o cabeça de chave número 2 do evento, o paulista Jessé Mendes, em sua primeira atuação no Riozinho do Campeche. ?O Marquinho (Marco Fernandez) pegou todas as ondas boas da bateria e eu não consegui repetir as boas apresentações que vinha fazendo no campeonato. Mesmo assim, estou amarradão por ter feito um bonito papel no campeonato e o terceiro lugar foi bom também?, falou Krystian.

 

Depois do segundo ano seguido de sucesso do Oakley Pro Junior em Santa Catarina, Luis Henrique Sabóia, o Pinga como é mais conhecido o diretor de marketing da Oakley, já confirmou que no que vem o evento continuará no estado. No ano passado, ele aconteceu no reservado pico do Atalaia em Itajaí, agora foi iniciado na Praia da Joaquina e encerrado com chave-de-ouro no Riozinho da Praia do Campeche.

 

?Queremos agradecer a todos que colaboraram para o sucesso do evento, o pessoal da Federação Catarinense de Surf e das associações da Joaquina e aqui do Campeche, o apoio também da Prefeitura de Florianópolis e já confirmo que em 2011 o evento vai continuar aqui no estado, só estudaremos em que praia ele será realizado no ano que vem?, anunciou Pinga, durante a cerimônia de premiação no pódio.

 

Com patrocínio exclusivo da Oakley, o Oakley Pro Junior contou com o apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Fundação Municipal de Esportes, da Power Balance, Gráfica Formag´s, Joaquina Beach Hotel e Restaurante Maurílio II. O evento foi homologado pela Confederação Brasileira de Surf (CBS) e pela Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), que organizou a competição junto com a Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e Associação de Surf da Joaquina (ASJ). O Oakley Pro Junior contou com divulgação da Revista Fluir, Waves e Atlântida FM e apoiou o movimento www.salvealagoa.org.br.

 

FINAL DO OAKLEY PRO JUNIOR ? 15.33 x 12,17 pontos:

Campeão: Caio Ibelli (SP) com notas 8,33 e 7,00 ? R$ 9.000,00 e 1.000 pontos

Vice-campeão: Marco Fernandez (BA) com 6,17 e 6,00 ? R$ 4.000,00 e 860 pontos

 

SEMIFINAIS ? 3.o lugar ? R$ 2.300,00 e 730 pontos:

1.a: Marco Fernandez (BA) 12.17 x 7.94 Krystian Kymmerson (ES)

2.a: Caio Ibelli (SP) 16.16 x 12.17 Ian Gouveia (PE)

 

QUARTAS DE FINAL ? 5.o lugar ? R$ 1.500,00 e 610 pontos:

1.a: Marco Fernandez (BA) 16.33 x 9.86 Santiago Muniz (SC)

2.a: Krystian Kymmerson (ES) 15.70 x 12.90 Jessé Mendes (SP)

3.a: Ian Gouveia (PE) 12.67 x 11.07 Marthen Pagliarini (SC)

4.a: Caio Ibelli (SP) 12.53 x 9.77 Pedro Husadel (SC)

Terça, 01 de março de 2011
Festival ASPI de Surf Noturno 2011
Sexta, 18 de fevereiro de 2011
Recomeçam aulas de Surf na Praia do Atalaia
Segunda, 12 de julho de 2010
Ídolo do surfe em Balneário Camboriú
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros