quarta, 12 de agosto de 2020
05/06/2010 - 00:00
FOTO: BASILIO RUY (OAKLEY)

Decisão do Oakley Pro Junior fica para o domingo em Floripa

Vento sul forte provoca dia de folga para os oito candidatos ao título brasileiro Sub-20

 

            Confirmando a previsão, o sábado já amanheceu com o temido vento sul na Ilha de Santa Catarina e as finais do Oakley Pro Junior 2010 ficaram para o último dia do prazo da decisão do título brasileiro Sub-20 profissional. O novo campeão será conhecido neste domingo em Florianópolis, com a primeira chamada para o início das quartas de final marcada para as 7 horas na Praia da Joaquina. As ondas devem estar maiores e com swell (ondulação) de sul, com o encerramento do evento podendo até ser transferido para outra praia que apresente melhores condições para definir o primeiro campeão brasileiro profissional da temporada.

 

            O anúncio oficial do adiamento no sábado só saiu na terceira chamada do dia, as 12:30 horas, depois da comissão técnica percorrer as praias da ilha mais protegidas do vento sul e as que dão ondas com swell de sul. ?Achamos melhor adiar o evento hoje e vamos deixar uma estrutura preparada para receber as finais no Riozinho do Campeche, que é um dos melhores lugares com as condições previstas para o domingo. Mas isso só será decidido na primeira chamada do dia aqui na Praia da Joaquina mesmo?, disse Luis Henrique Sabóia, ou Pinga, como é mais conhecido o diretor de marketing da Oakley que atua como diretor de prova do Oakley Pro Junior. Ele é o responsável pela palavra final do que é analisado pela comissão técnica.

 

Alguns atletas queriam que a competição continuasse no sábado, mesmo com o vento sul muito forte prejudicando bastante a formação das ondas na Praia da Joaquina. A principal estrela da equipe Oakley, o paulista Adriano de Souza, está em Florianópolis prestigiando o evento e entrou no mar para tentar surfar, saiu depois de alguns minutos e sentenciou: ?Ainda bem que tem prazo para adiar o evento hoje?.

 

Minutos antes da segunda chamada do dia, às 10 horas, o pernambucano Ian Gouveia, que mora em Florianópolis há vários anos, também quis experimentar as condições e foi um dos que queriam que o evento rolasse no sábado. No entanto, mostrou dúvida sobre sua posição inicial: ?As condições estão bem difíceis. Entrei para ver como está, consegui até pegar uma ondinha legal, mas tem que ter sorte para achar as boas. Acho que dá pra rolar o campeonato, não sei, tem o vento muito forte também, sei lá, ta difícil. A maioria das ondas é para a esquerda, aí o vento segura bastante, realmente não sei, mas por mim dá pra rolar?.

 

Na dúvida, a comissão técnica preferiu adiar as finais do Oakley Pro Junior 2010 para o último dia do seu prazo em Florianópolis. A primeira quarta de final será entre o baiano Marco Fernandez e o catarinense Santiago Muniz, irmão mais jovem do atual campeão brasileiro Sub-20, Alejo Muniz. Na segunda bateria do dia, o paulista Jessé Mendes pega o capixaba Krystian Kymmerson. Na terceira, Ian Gouveia encara Marthen Pagliarini, catarinense que barrou o cabeça de chave número 1, Miguel Pupo. E a última vaga nas semifinais será disputada pelo paulista da única nota 10 do evento, Caio Ibelli, com outro catarinense, Pedro Husadel.

 

VAGA NA ELITE NACIONAL- Além de decidir o título sub-20 da Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), o vencedor do Oakley Pro Junior também ganha convite para participar de todas as etapas do Brasil Surf Pro, Divisão Principal do Circuito Brasileiro de Surfe Profissional. Alejo Muniz já está aproveitando a chance esse ano, competindo em igualdade de condições de faturar o título máximo do surfe nacional, sem precisar seguir o caminho normal de classificação para a elite pelos rankings de acesso da ABRASP.

 

Com patrocínio exclusivo da Oakley, o Oakley Pro Junior conta com apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, Fundação Municipal de Esportes, da Power Balance, Gráfica Formag´s, Joaquina Beach Hotel e Restaurante Maurílio II. É homologado pela Confederação Brasileira de Surf (CBS) e pela Associação Brasileira de Surf Profissional (ABRASP), que organiza o evento em conjunto com a Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e Associação de Surf da Joaquina (ASJ). O Oakley Pro Junior conta com divulgação da Revista Fluir, Waves e Atlântida FM e apóia o movimento www.salvealagoa.org.br da Lagoa da Conceição.

 

OAKLEY PRO JUNIOR ? QUARTAS DE FINAL:

1.a: Marco Fernandez (BA) x Santiago Muniz (SC)

2.a: Jessé Mendes (SP) x Krystian Kymmerson (ES)

3.a: Marthen Pagliarini (SC) x Ian Gouveia (PE)

4.a: Caio Ibelli (SP) x Pedro Husadel (SC)

Terça, 01 de março de 2011
Festival ASPI de Surf Noturno 2011
Sexta, 18 de fevereiro de 2011
Recomeçam aulas de Surf na Praia do Atalaia
Segunda, 12 de julho de 2010
Ídolo do surfe em Balneário Camboriú
anuncie no Jornal | comunicar erro | fale conosco
Todos os direitos reservados - 2009-2015 Jornal dos Bairros